1) Ela não ajuda a solucionar as situações problemáticas, só atrapalha.
2) É resultado da falta de reconciliação consigo mesmo e com a vida.
3) É dissipada através da oração que confia e descansa no amor de Deus.
4) Causa males que vão da falta de controle, mudança de humor até insônia e doenças físicas (dores de cabeça, cólicas etc).
5) É a antítese da paz.
6) Às vezes, tem sua origem na competitividade e comparação com os outros.
7) Tem como sintoma a aflição, angústia, sentimento de que há um buraco no interior, pressa, impaciência e inadequação.
8) Ansiedade e vícios são irmãos gêmeos.
9) Por vezes é resultado do medo de falhar que não foi controlado.
10) É um estado de inquietação diante da possibilidade de que, em um futuro próximo, não daremos conta da demanda que, em tese, temos que dar.

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: