Pensamentos Aleatórios #106

Quando não assumimos o protagonismo do próprio pensamento acabamos por, imediatamente, a oferecê-lo de bandeja a outro, que ganha o poder de nos manipular segundo seus próprios interesses. Não há maior desastre do que esse: sermos marionetes nesse curto tempo de vida que temos sobre a terra.

Pensamentos Aleatórios #100

Depois de um dia agitado, com muita troca de informação, não há nada como deitar na cama, com a janela aberta, ficar parado longe do barulho, sentindo o vento tocar a pele, permitindo que o ritmo dos pensamentos vá desacelerando, que as preocupações do momento vão se esvaindo e assumir a realidade de que precisamos de sossego, de descanso, senão a gente não permanece de pé!