Talmidim – Ed Rene Kivitz – #019

Eu preciso de alguém, preciso de pessoas, preciso de iguais! A autosuficiência é uma ilusão, é uma falácia, sou chamado a viver em comunidade, em amizade, em estado de cumplicidade. Isso nos remete ao verdadeiro sentido do amor, que implicitamente, envolve um outro, igual, que merecendo ou não, é alvo da atenção e misericórdia de Deus (e portanto, da nossa também - ou deveria ser). Essa espiritualidade subjetivista, individualista, onde se busca a própria benção, a própria salvação, a própria graça está a quilômetros de distância, longe do evangelho de Jesus. Deus escolheu ser amado no próximo!

Talmidim – Ed Rene Kivitz – #018

Fazer discípulos está para além de passar uma informação adiante, é ser Jesus para o próximo e ver Jesus no próximo, numa relação de cumplicidade e amor. Ser Jesus para o próximo fala da dimensão de serviço, onde procuramos formas de sermos úteis e reproduzirmos com palavras e ações tudo quanto Jesus tem dito e feito. Ver Jesus no próximo fala da reverência que precisamos ter diante daquele que foi criado à imagem e semelhança de Deus, portanto, isso demanda paciência, postura de não julgamento, receptividade e empatia. Fazer discípulos é andar junto, sofrer junto, lutar junto, viver em comunhão.

Talmidim – Ed Rene Kivitz – #017

A religião dos judeus tentava delimitar Deus, restringir Deus, determinar os espaços que Deus podia ir e Jesus mostrou por muitas vezes que o mundo de Deus é muito maior, que a vida está aqui, ali e além. Quem decide enxergar só o "aqui", viverá sempre achando que esse "Deus" só pode chegar onde "ele" consegue carregá-Lo.

Talmidim – Ed Rene Kivitz – #015

Morrer para si é realmente um pré-requisito básico para todo aquele que deseja seguir a Jesus. Ninguém cheio de si aguentará o Caminho de Jesus. Constantemente Jesus nos chama a deixar o nosso conforto de lado para dar vazão a um significado maior do que nós mesmos, isso exige aquilo que Ele mesmo chama de "negar-se a si mesmo e tomar a cruz diariamente". O ego como reconhecimento de si mesmo diante da vida (que é composta por muitos outros egos) é parte integrante da vida; mas o ego como culto a si mesmo (ego-ísmo) é, com certeza, o maior impeditismo para a verdadeira vida de Deus em nós!

Talmidim – Ed Rene Kivitz – #014

A experiência de Deus é muito mais profunda do que adotar uma mera filosofia de vida. Digo "mera" de propósito, visto que que uma filosofia de vida ainda está num nível superficial em relação à experiência de "participar da natureza de Deus". É muito mais profundo, visceral e essencial! Passa pelo nível da razão, mas a transcende. Transita pela filosofia, mas a supera. É ter um "ente" miscuido com o próprio "eu". É ser habitação da divindade. É mergulhar nas regiões do inimaginável, é tornar um impossível possível pela fé. O justo viverá pela fé. Cristo em nós, esperança da glória.

Talmidim – Ed Rene Kivitz – #013

É muito triste pensar que muitos de nós transformamos Deus em um subserviente ao seu dispor, pra produzir o tipo de vida que achamos que seja melhor para nós. O resultado disso é que oramos de forma muito egoísta, achamos que as coisas ruins não chegarão perto de nós (estamos blindados) e que Deus sempre haverá de nos responder conforme a nossa vontade! Com o que Paulo escreveu aos Romanos aprendemos que "todas as coisas cooperam com o objetivo que Deus tem de nos transformar à semelhança de seu Filho Jesus".

Talmidim – Ed Rene Kivitz – #012

Essa experiência do renascimento é realmente um mistério lindo! É como se um portal se abrisse diante de nós, é como se nossos olhos enxergassem um novo mundo, é como se experimentássemos um grande "eureka! isso sim é viver". Isso é mais poderoso do que qualquer tipo de droga, pois a droga pode causar "sensações incríveis" enquanto você paga o preço caro do "controle sobre sua mente e da dependência física e psicológica que você adquire" (sem contar que seus efeitos são repletos de autoengano); já o renascimento te eleva a um novo viver em PLENO ESTADO DE CONSCIÊNCIA (cheio de verdade e justiça).