De vez em quando, cedemos à tentação de acreditar que o problema da nossa infelicidade tem sua origem no outro, nas circunstâncias ou em fatos incontroláveis da vida. Nessas horas terceirizamos nossos erros, fugimos do diagnóstico real e passamos a reclamar do mal que está do lado de fora, ao nosso redor. É verdade que podemos constatar muitas limitações no universo “de fora”, no modelo vigente de sociedade, no tipo de governo político a que estamos submetidos e à circunstância social em que estamos inseridos. Mas, não podemos nos enganar: nosso problema é visceral, é íntimo, é essencial, está em nós e é uma cisão tão profunda que atinge principalmente nossa própria natureza de ser. Isso explica boa parte de nossa inquietação e inadequação na vida. Temos uma profunda intuição de que a verdadeira paz não se alcança na superficialidade da existência, nem nas seguranças momentâneas, nem nas relações afetivas cuja natureza é passageira, tampouco na entrega ao ócio e a uma vida sem trabalho. Precisamos de algo que nos assente como humanos, que nos coloque em estado de confiança para além do tempo e do espaço, precisamos de um elo que nos fortaleça mesmo quando nos sentimos fracos, inúteis e desvalorizados. Necessitamos de um perdão absoluto que ecoe desta vida para a eternidade, um amor que nos transfira senso de pertencimento e que dê significado ao ciclo da vida (nascer, crescer, se desenvolver e morrer).

Oração de Hoje: “Me encha com seu amor, Pai. Sem essa consciência, tendo a achar que o outro é quem sabota minha felicidade. É no teu amor que tenho coragem de olhar pra mim mesmo, sem medo, sem culpa, pois teu amor me ensina que teu julgamento é justo e tua misericórdia é a causa de não sermos consumidos. No teu amor encontro paz, fora do teu amor encontro juízo merecido. No teu amor aprendo a viver sem neuras, sem desconfianças eternas, sem justificativas absurdas e inconsistentes. No teu amor aprendo a me arrepender, a levantar e a andar; de mãos dadas contigo! Pois, tu és amigo, príncipe da paz, conselheiro e meu libertador”. Amém.

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Onde você me encontra?
Twitter: @caminhaprendiz
Facebook: /caminhanteaprendiz 
Youtube: bit.ly/caminhanteaprendiz
Instagram @caminhanteaprendiz 
E-mail: rodrigoaccampos@hotmail.com
Whatsapp: 18-997358253

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: