Ir para conteúdo

Pensamentos Aleatórios #101

Quanto aprendizado há na figura de um salvador que morre de braços abertos, entre malfeitores, injustiçado pela opinião popular instigada por homens odiosos e, além disso, ultrajado pelo poder avassalador do estado? Se levássemos a sério o peso desse significado, se o nosso andar realmente fosse como de um discípulo, aos pés do mestre Jesus, amaríamos mais e melhor, até a morte, para além do tempo e espaço, transcendendo as barreiras sociais, ainda que o amor nos levasse ao sacrifício e à desonra pública, pois nunca faltarão aqueles que perseguem os que decidiram viver na prática a verdadeira piedade.

Quando cultivamos o amor pelo conhecimento e pela sabedoria, todas as coisas nos ensinam, a vida se torna uma verdadeira escola. É possível aprender com as coisas mais simples e, também, com as mais complexas. Tudo o que observamos com esmero realiza o bem em nós por meio da reflexão. Pelos sentidos e pela dimensão intuitiva o mundo se transforma em um mar de percepções e de verdade.

É necessário aprender a ler e a escrever em nossa língua materna, mas tão importante quanto isso é aprender a ler a vida. Ler a vida significa questionar, refletir, fazer sínteses, aplicar o conhecimento adquirido à vida cotidiana, investigando, observando, pensando e repensando as convenções sociais e seus verdadeiros significados. Ler o mundo é construir uma cosmovisão não terceirizada, absolutamente responsável e honesta por ser fruto de muito labor intelectual. Ler livros e decorar seus escritos é um exercício fácil e que não requer nenhuma virtude, mas ler os livros, ler as afirmações contidas, lendo a si mesmo e o outro no processo, é raro, trabalhoso e vital; é uma construção para a vida toda.

Hoje, Sophia veio toda chorosa pra perto de mim dizendo que estava com saudade de uma determinada pessoa. Percebendo que as palavras dela apenas refletiam o cansaço do momento, pedi que tentasse descansar um pouco. Um minuto depois estava dormindo um sono profundo! Isso simboliza muito bem situações do nosso cotidiano nas relações humanas. Nem sempre as nossas palavras são resultado dos nossos reais sentimentos, às vezes elas encobertam outra realidade, longe da consciência da pessoa que fala. Às vezes, o que precisamos é de um bom sono pra recuperar as energias.

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Onde você me encontra?
Twitter: @caminhaprendiz
Facebook: /caminhanteaprendiz
Youtube: bit.ly/caminhanteaprendiz
Instagram @caminhanteaprendiz
E-mail: rodrigoaccampos@hotmail.com
Whatsapp: 18-997358253

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: