Jesus veio fundar uma religião?

Seria válido afirmar e investigar se Jesus não teria proposto uma espiritualidade que transcende os limites da religiosidade humana? Teríamos material disponível suficiente para refletirmos profundamente sobre o tipo de renovação e transformação, em relação ao modo de ser religioso judeu em seu tempo, proposto por Jesus em seus ensinamentos?