O Galo Canta #4 – O paraíso não foi suficiente

Fui criado com um mundo a minha volta tive todas as árvores do mundo à minha disposição podia nadar em todos os rios, correr por todos os bosques brincar com todos os animais, desenvolver todo tipo de trabalho Somente uma condição me foi dada, uma árvore, um fruto, não coma! Recebi uma companhia espetacular osso do meu osso, carne da minha carne belíssima, perfeita, era o paraíso dentro do paraíso do que podia eu reclamar? a vida se tornou perfeita!

O avião em queda e a tendência humana

Vejo essa gravidade existencial dentro de mim, essa tendência de querer sempre o que me é proibido, exagerar naquilo que é prazeroso, não fazer gestão da vida com equilíbrio afim de promover a paz interior e exterior. As vezes, uma situação simples como ter um saquinho de amendoim em cima da mesa de trabalho já um desafio comparável aos Jogos Olímpicos; tentar não comer tudo é como domar um leão!