O contrário do amor

Uma criança nunca experimentou essa sensação: ou ela é muito amada, ou criticada pelo que apronta. Uma criança está sempre em uma das pontas da gangorra, adoração ou queixas, mas nunca é ignorada. Só bem mais tarde, quando necessitar de uma atenção que não seja materna ou paterna, é que descobrirá que o amor e o ódio habitam o mesmo universo, enquanto que a indiferença é um exílio no deserto.

Amor de Deus e o ódio humano

Deus é e sempre foi amor, o ser humano tem costume de chamar de amor aquilo que se encaixa em seus gostos pessoais, nós amamos por interesses, e quando não existe nenhuma troca em jogo como barganha simplesmente deixamos de amar, não é a toa que se diz que o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera , tudo suporta. Deus nos amou primeiro. Amor é se doar para quem não tem nada pra lhe dar em troca, amor é tirar do nada pra existência.