Ir para conteúdo

Tag: medo

Áudio #75 – Os Contrários do Amor – Covardia

Quem está aperfeiçoado no amor vence o medo de encarar a vida a partir de sua ótica e implicações. O amor oferece ao que o acolhe, toda coragem, ousadia e fé para agir em sua direção, sem os entraves da insegurança e do pessimismo. Quem ama está inclusive disposto a sofrer todas as consequências inerentes ao ato de amar, e celebra seus resultados. 

Ausência da dor

O meu coração,
Pode crer, é um ótimo partido, embora partido.
Se estou perdida e entediada
Tento abrir o seu portão
Sou maior abandonada.
Que as sobras não me dispersem
Pois elas entristecem.
Com ilusão criamos o nosso amor
Para que no meu mundo, houvesse a ausência da dor;

Medo

É pelo medo que temos
Que nos prendemos.
É pelo desamparo
Que me amargo.
É pelo desapego
Que me apego.
É pela insegurança
Que perco a esperança.

Ai de mim!

Ai de mim
Se o orgulho se apoderar de mim
Se a simplicidade fugir da minha vista
Se o peso nas costas me impedir de caminhar
Ai de mim
Se o rancor foi maior que o perdão

O Galo Canta #4 – O paraíso não foi suficiente

Fui criado com um mundo a minha volta
tive todas as árvores do mundo à minha disposição
podia nadar em todos os rios, correr por todos os bosques
brincar com todos os animais, desenvolver todo tipo de trabalho
Somente uma condição me foi dada, uma árvore, um fruto, não coma!
Recebi uma companhia espetacular
osso do meu osso, carne da minha carne
belíssima, perfeita, era o paraíso dentro do paraíso
do que podia eu reclamar? a vida se tornou perfeita!

A fobia da morte: um discernimento essencial

O autor do livro de Hebreus nos diz que Jesus veio destruir aquele que tem o poder da morte; a saber: o diabo. E, além disso, veio para livrar aqueles que pelo pavor da morte estavam sujeitos à escravidão por toda a vida.

Para mim poucas revelações espirituais são tão fortes e essenciais para o bem da alma humana quanto as duas acima referidas.

Sob asas frágeis

Sob asas frágeis me arrisco em voos altos
Com apenas uma certeza…
O cair pode ser consequência das minhas escolhas,
Mas, o levantar é a decisão consciente da minha fé.
Fé que me faz acordar, sentir medo…
Medo que me move, me desafia e dá sentido à vida
Vida que precisa de ar!
Esse ar que às vezes sufoca, às vezes alivia, às vezes me falta…