Felicidade

A felicidade não é um estágio alienante, um comercial de margarina, uma caixa só de alegrias, bem-estar e devaneios. Quem diria, na felicidade há pontuação de tristezas também. Chega um determinado tempo em que aprendemos que felicidade e tristeza não são necessariamente opostas, óleo e água, mas muitas vezes complementares.

A fobia da morte: um discernimento essencial

O autor do livro de Hebreus nos diz que Jesus veio destruir aquele que tem o poder da morte; a saber: o diabo. E, além disso, veio para livrar aqueles que pelo pavor da morte estavam sujeitos à escravidão por toda a vida. Para mim poucas revelações espirituais são tão fortes e essenciais para o bem da alma humana quanto as duas acima referidas.