Fé e Razão

É fato que a fé, por definição, não está presa a certos limites que a razão impõe. A razão quase sempre está casada com os padrões de fenômenos verificáveis e experimentáveis no cotidiano. A razão quase sempre me leva à lógica. É nesse sentido que a fé pode e deve ser racional, mas também deve levar à razão a um novo estágio de percepção, em que a lógica ganha novos contornos, novos alcances, novos atingimentos.

Fé Cristã

Os seis primeiros capítulos do evangelho de João deixam claro para nós quem é Jesus e o que devemos ser. Jesus vem para anunciar e estabelecer uma nova aliança com a humanidade, ele parte de Israel (pois nasceu e cresceu no mundo judeu), mas progressivamente vai alcançando a todos, sem distinção, sem acepção de pessoas, vai anunciando as características da vida que Deus aceita como “agradável”.

Pela fé

Não somos chamados a viver a esmo, à mercê dos ventos, como camaleões que se adaptam a tudo e todos para não desagradar a ninguém, vivendo sem identidade. Somos chamados à uma construção interior que nos torne seres humanos mais autênticos, mais parecidos com o Filho de Deus que, enquanto esteve em carne e osso aqui, ensinou como é ser gente de verdade!

Quando a Mente Mente

Certamente os discernimentos da Alma são ferramentas necessárias para a vida humana.
Filosofias, reflexões, complexidades, teorias e "ensinos ocultos", nos fazem "empoderados" e, sutilmente, arrogantes no pensar e decidir das situações da vida.
Quando as tribulações são flagradas no outro, temos uma grande capacidade de incitar a Fé como escudo contra qualquer intempérie existencial.
Mas, e quando é você que se encontra em meio ao caos?