Os outros

A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, ou se recusa a partici­par da vida humana. A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, e que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro. O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e de ferir–se...

Eu tenho entranhas que se remexem

Pudesse eu definir em uma expressão o que é amar, diria que amar e importar–se. O que é amar? Amar é importar–se. Nós achamos que amar é passar por uma pessoa que sofre e sentar ao lado dela, colocar o braço em volta de seu ombro, chorar com ela e suprir sua even­tual necessidade. Mas amar também é en­trar no templo cheio de comerciantes da fé e dar pontapés em todas as mesas, como fez Jesus. É dizer: —Eu amo, eu tenho entranhas que se remexem, sou vulnerável.

Não quero ser mais evangélico

Qualquer movimento religioso que se diga seguidor de certos preceitos, ou mesmo de certa pessoa, precisa necessariamente buscar coerência e harmonia entre aquilo que se prega e vive em relação àquele que é o "objeto" de sua fé. No caso da fé evangélica, ela parte da premissa da fé no evangelho, nas boas novas trazidas por Jesus, mas não raramente acaba por contradizendo o que foi ensinado pelo próprio Jesus, levando homens e mulheres ao cansaço, à angustiante declaração: "Não quero ser mais evangélico"!

Talmidim #005 – Rendição

A religião diz que você tem de fazer isso, aquilo e aquilo outro. E você tenta, mas não consegue. Tudo o que você consegue é se frustrar, experimentar uma culpa muito grande um senso de inadequação quase que absoluto diante de Deus. Jesus diz para você: "Venha comigo, eu transformo sua vida".

Pecado

Eis algumas ilustrações de pecado. Pecado é uma opção pela auto–suficiência que gera em nós uma ilusão de potência e faz–nos desperdiçar recursos como se fossem inesgotáveis, fazendo–nos descer a ladeira até a desumanização. Pecado anestesia. Pecado ilude. Pecado drena. Pecado bestializa. Pecado desumaniza.

Meta, Objetivo e Propósito

Isso explica por que o mundo está cheio de gente infeliz sem saber por quê, ou, pior, gente infeliz que acredita ter tudo para ser feliz. Alcançaram suas metas, mas isso não bastou. Concretizaram seus objetivos, mas isso não satisfez. Realizaram seus desejos, mas isso de nada adiantou. A razão é simples: a felicidade não é um lugar aonde se chega, mas um jeito como se vai.

Talmidim #004 – Obediência

Enquanto Jesus estava na praia ensinando a multidão, o coração de Pedro foi se enchendo de assombro e encantamento. Ele estava diante de um mestre jamais visto antes em Israel. Aos poucos Pedro vai reconhecendo a autoridade e a majestade de Jesus. Pedro foi percebendo que, comparado a Jesus, ele não passava de um bonequinho de pano. Então Jesus dá uma ordem: "Leve o barco mais ao fundo e lance as redes". Pedro responde: "Nós pescamos a noite toda, somos pescadores, conhecemos esse mar e podemos dizer que a maré não está para peixe, mas, como és tu quem está dizendo isto, vou lançar as redes". O que é isso? Obediência.

Talmidim #003 – Distância

A grande ambição de um discípulo é ser igual a seu mestre. A grande ambição de um talmid é ser igual a seu rabino. Essa também é nossa ambição como discípulos de Jesus. O que queremos é mais do que saber o que ele sabe ou fazer o que ele faz. O que queremos mesmo é nos tornar pessoas iguais a ele.