Ausência da dor

O meu coração, Pode crer, é um ótimo partido, embora partido. Se estou perdida e entediada Tento abrir o seu portão Sou maior abandonada. Que as sobras não me dispersem Pois elas entristecem. Com ilusão criamos o nosso amor Para que no meu mundo, houvesse a ausência da dor;

Versando o Sertão

Belo tão risonho sempre vem surgindo longe Abraçando todo mundo com sua amplidão Nunca falta nenhum dia Cumpre sua obrigação Não recebe um centavo por sua ação Acordo todo dia e parte bem cedo pra lida Carpe, luta, geme, deixa seu suor ao chão

Alma perdida

A oferta era indecente mas, quem descobriria? esconder dos outros não é tão difícil o problema é conseguir a proeza de esconder de mim mesmo Impossível!

Pedaços de Mim

Eu sou feito de Sonhos interrompidos detalhes despercebidos amores mal resolvidos Sou feito de Choros sem ter razão pessoas no coração atos por impulsão Sinto falta de Lugares que não conheci