Tenho Manhãs Me Esperando

Como se esperasse o verde fruto deixar verter Seus raios de maturidade para, aí, sim, fartar-se alheio ao tempo Que também alheio, se deixa apenas repetir-se compassadamente Sem atraso, sem pressa, relojoeiramente ajustado ao presente Sem tempo para prever futuros ou relembrar passados

Palavras

Na ausência das palavras, Eu só fico a me encantar. Quero em sonho mais profundo Em seus lábios me afogar A margarida é por vida A mais bela e simples flor Amarga a vida me seria Se não fosse o seu amor.