Ir para conteúdo
Anúncios

Categoria: Li e Gostei

Mais uma madrugada

Não era fome, não era fralda suja, não era frio ou calor. Inúmeras massagens e remédio pra cólica já tinham sido realizados. E eu, me culpava por não entender o que ela tentava me falar. E chorava, tão desesperadamente quanto ela. Chupeta não acalmava. Banho de balde não acalmava. Música de ninar não acalmava e até o bendito som do útero, não acalmava. Eu ficava me perguntando o que eu deixei escapar, me fazendo inúmeras cobranças, e tentando entender aonde a enfermeira se perdeu nessa bagunça toda.

Anúncios

The Dones #11 – Monetizando o Ministério

Uma vez que alguém precisa pagar um salário ou os prédios, a tomada de decisões gira em torno do dinheiro e nada distorce a vida de Jesus mais rapidamente do que o modelo comercial, os fluxogramas e a necessidade insaciável de dinheiro. Não é mais um presente. É um grande negócio com muitos dependendo do seu sustento e crescimento. Todo o nosso sistema religioso é construído dessa forma, desde seminários, igreja e até editoras.

Eu tenho entranhas que se remexem

Pudesse eu definir em uma expressão o que é amar, diria que amar e importar–se. O que é amar? Amar é importar–se. Nós achamos que amar é passar por uma pessoa que sofre e sentar ao lado dela, colocar o braço em volta de seu ombro, chorar com ela e suprir sua even­tual necessidade. Mas amar também é en­trar no templo cheio de comerciantes da fé e dar pontapés em todas as mesas, como fez Jesus. É dizer: —Eu amo, eu tenho entranhas que se remexem, sou vulnerável.

The Dones #10 – As conversas que mais importam

Os “Dones” que conheci não estão procurando um sermão mais atraente, mas um ambiente diferente onde as pessoas aprendem através do diálogo, onde não são pressionadas pela conformidade do pensamento, mas são estimuladas para explorar sua própria transformação. Isso não minimiza os dons de ensino e encorajamento, mas os reestrutura em um ambiente diferente, e muito mais desafiador, onde a qualidade de alguém é mais importante do que sua habilidade de transformar ideias em slogans. Claro que as conferências é um ótimo modelo de negócios. É fácil monetizar a conversa macro. Nossa cultura está toda voltada para isso. Mas é impossível monetizar a micro conversa e para aqueles que procuram ganhar a vida através do Evangelho, isso é um problema.

The Dones #9 – Um convite, não uma imposição

Talvez a maior lição aqui seja que a vida de Deus não pode ser imposta. Essa é a matéria da religião. Você pode levar as pessoas a seguir os sistemas e confessar doutrinas verdadeiras, mas sem uma mudança no coração nunca se conectarão com Ele e encontrarão uma trajetória que os levará a aumentar a liberdade e a verdadeira vida.

The Dones #8 – Cinco fatores que contribuem para o declínio na participação nas instituições

Este é um momento emocionante na história da igreja. Estamos descobrindo quais as expressões que a igreja pode tomar quando as pessoas profundamente envolvidas com Deus encontram formas de se conectar e colaborar no mundo sem os rigores do institucionalismo. Tenho a esperança de que essas pessoas possam expressar melhor a natureza de Deus no mundo do que nossas cansadas instituições estão fazendo atualmente. Este é um ótimo momento para você estar vivo!

Atingir a verdade

… sabes bem que é nessas condições sobretudo que se atinge a verdade, e que aparecem menos as visões anômalas dos sonhos.

The Dones #6 – Estou procurando por 35 milhões de pessoas

Os líderes religiosos inseguros que tentam governar com punho de ferro simplesmente não o conhecem, sem falar do fato de que as tradições religiosas legalistas que substituem a verdadeira conexão das pessoas com a transcendência de Deus por regras e rituais podem ser barreiras para o desenvolvimento da fé. Alguns dizem que você não pode ter Deus sem religião. É um pacote. Se você quer um deus, você tem que entrar numa religião para provar as pessoas a sua sinceridade.

The Dones #5 – Sua participação não é necessária

Há muitas boas razões para se reunir regularmente com outros crentes e compartilhar a jornada da fé. Só que esses encontros não estão acontecendo nos serviços dominicais dentro da burocracia do sistema religioso que muitas vezes reprime mais o crescimento espiritual do que o estimula. Muitos encontraram maneiras mais atraentes de compartilhar a vida da igreja para além dos muros das congregações tradicionais.

The Dones #4 – Por que as pessoas estão saindo?

Simplificando, a maioria dos “The Dones” deixou a congregação porque a sua paixão espiritual não podia mais ser cumprida onde estavam. É como se aquilo que já pareceu ser verdade um dia, se tornasse claramente insatisfatório e insuficiente. É quase sempre um longo e prolongado processo em que resistiram até quando não puderam mais suportar. O processo é difícil para todos.

The Dones #3 – O livro “Refugiados da Igreja” transforma nossas percepções

Este pode ser o livro sobre a igreja mais importante escrito nesta década. Independentemente se você gosta do que a pesquisa mostra ou não, Packard e Hope nos prestaram um belo serviço, dando-nos uma imagem precisa do cenário religioso em vez de confiar nos nossos preconceitos e experiências. O que fazemos com esse cenário causará grande impacto no nosso envolvimento com a igreja.

The Dones #2 – Os Rótulos que nos Dividem

Qualquer título que você use, seja pastor, autor mais vendido ou desigrejado aumentará ainda mais a separação em relação aos outros do que ajudará a reconhecer a incrível família que Jesus está construindo. Criar um rótulo trabalha contra a oração que Jesus fez ao Pai para que nos tornássemos “um”.

The Dones #1 – O Fenômeno dos “Cansados” de igreja

Nas últimas duas décadas vivi entre aqueles que encontraram uma vida vibrante em Jesus, bem como a comunidade, fora de qualquer instituição religiosa. São discípulos apaixonados, carinhosos e comprometidos que querem ver o reino de Deus crescer no mundo. Eles foram desprezados, condenados e malignos por aqueles que rejeitam sua fé simplesmente porque deixaram de atender aos serviços dominicais.