Ir para conteúdo
Anúncios

Categoria: Li e Gostei

A Igreja Católica no Século XX

Como a Igreja Católica lidou com os desafios do século XX: As guerras mundiais, o Concilio Vaticano II, João Paulo II e o Terceiro Milênio, Teologia da Libertação, etc.

Anúncios

O declínio e reconstrução da Teologia (1900-1980)

Nesse capítulo do livro Cristianismo através dos séculos, faz-se menção da teologia que surgiu antes, durante e depois das guerras mundiais: o liberalismo, a neo-ortodoxia, teologia da esperança, teologia do processo, teologia da libertação, dentre outros.

Revista Época – Os novos evangélicos

Estima-se que haja cerca de 46 milhões de evangélicos no Brasil. Seu crescimento foi seis vezes maior do que a população total desde 1960, quando havia menos de 3 milhões de fiéis espalhados principalmente entre as igrejas conhecidas como históricas (batistas, luteranos, presbiterianos e metodistas). Na década de 1960, a hegemonia passou para as mãos dos pentecostais, que davam ênfase em curas e milagres nos cultos de igrejas como Assembleia de Deus, Congregação Cristã no Brasil e O Brasil Para Cristo. A grande explosão numérica evangélica deu-se na década de 1980, com o surgimento das denominações neopentecostais, como a Igreja Universal do Reino de Deus e a Renascer. Elas tiraram do pentecostalismo a rigidez de costumes e a ele adicionaram a “teologia da prosperidade”. Há quem aposte que até 2020 metade dos brasileiros professará à fé evangélica.

Mesa do Senhor

Pegue pão e vinho em sua casa, junte a família, os amigos, e todos aqueles que desejarem cear, tendo a paz como árbitro no coração e a vontade de comungar com todos os homens.

The Dones #12 – Manejo da verdade

É por isso que um dos sinais reveladores de alguém que cresce na verdade é a humildade. Saber que eles vêem vagamente a realidade de Deus permite que eles a abracem levemente e não busquem forçá-la aos outros. O seu tom expressa que este é o melhor que eles vêem hoje, e que essa não é a única maneira pela qual um filho verdadeiro de Deus vê-lo. Quando você ouve esse tipo de linguagem dogmatizadora, afaste-se. Esses são aqueles que conhecem a doutrina melhores do que conhecem a Ele. Encontre aqueles que podem discutir a diferença de opinião graciosamente, sabendo que o amor, e não o julgamento, é a melhor maneira de ajudar as pessoas a descobrirem a verdade e que o crescimento na verdade tem mais a ver com aprender a depender Dele do que acumular conhecimento intelectual sozinho.

Uma carta de George Carlin

Estamos no tempo das comidas rápidas e digestões lentas, de homens de grande estatura e de pequeno caráter, de enormes ganhos econômicos e relações humanas superficiais. Hoje em dia, há dois ordenados, mas mais divórcios, casas mais luxuosas, mas lares desfeitos. São tempos de viagens rápidas, fraldas descartáveis, moral descartável, encontros de uma noite, corpos obesos, e pílulas que fazem tudo, desde alegrar e acalmar, até matar.

Os outros

A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, ou se recusa a partici­par da vida humana. A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, e que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro. O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e de ferir–se…

Ensino Confessional nas Escolas

Numa nação onde a Constituição afirma que o Estado é laico, ensino religioso é contrassenso. Fosse o caso, as escolas deveriam ensinar religiões comparadas, cadeira do seminário teológico que estuado, ao menos, os 5 grandes sistemas religiosos, a saber: budismo, judaísmo, cristianismo, islamismo e hinduísmo. No evangelho, a fé se aprende com os pais, no exemplo praticado, no caráter absorvido, na encarnação da verdade como pressuposto de consciência.

Quando a igreja não é “Igreja”

Igreja tem que ser coisa de gente de Deus, de gente livre, de gente sem medo, de gente que anda e vive, que deixa viver…, que crê sempre no amor de Deus…; e, sobretudo, é algo para gente que confia…, que entrega…, que não deseja controlar nada…; e que sabe que não sabe, mas que sabe que Deus sabe…

Mais uma madrugada

Não era fome, não era fralda suja, não era frio ou calor. Inúmeras massagens e remédio pra cólica já tinham sido realizados. E eu, me culpava por não entender o que ela tentava me falar. E chorava, tão desesperadamente quanto ela. Chupeta não acalmava. Banho de balde não acalmava. Música de ninar não acalmava e até o bendito som do útero, não acalmava. Eu ficava me perguntando o que eu deixei escapar, me fazendo inúmeras cobranças, e tentando entender aonde a enfermeira se perdeu nessa bagunça toda.

The Dones #11 – Monetizando o Ministério

Uma vez que alguém precisa pagar um salário ou os prédios, a tomada de decisões gira em torno do dinheiro e nada distorce a vida de Jesus mais rapidamente do que o modelo comercial, os fluxogramas e a necessidade insaciável de dinheiro. Não é mais um presente. É um grande negócio com muitos dependendo do seu sustento e crescimento. Todo o nosso sistema religioso é construído dessa forma, desde seminários, igreja e até editoras.

Eu tenho entranhas que se remexem

Pudesse eu definir em uma expressão o que é amar, diria que amar e importar–se. O que é amar? Amar é importar–se. Nós achamos que amar é passar por uma pessoa que sofre e sentar ao lado dela, colocar o braço em volta de seu ombro, chorar com ela e suprir sua even­tual necessidade. Mas amar também é en­trar no templo cheio de comerciantes da fé e dar pontapés em todas as mesas, como fez Jesus. É dizer: —Eu amo, eu tenho entranhas que se remexem, sou vulnerável.

The Dones #10 – As conversas que mais importam

Os “Dones” que conheci não estão procurando um sermão mais atraente, mas um ambiente diferente onde as pessoas aprendem através do diálogo, onde não são pressionadas pela conformidade do pensamento, mas são estimuladas para explorar sua própria transformação. Isso não minimiza os dons de ensino e encorajamento, mas os reestrutura em um ambiente diferente, e muito mais desafiador, onde a qualidade de alguém é mais importante do que sua habilidade de transformar ideias em slogans. Claro que as conferências é um ótimo modelo de negócios. É fácil monetizar a conversa macro. Nossa cultura está toda voltada para isso. Mas é impossível monetizar a micro conversa e para aqueles que procuram ganhar a vida através do Evangelho, isso é um problema.

The Dones #9 – Um convite, não uma imposição

Talvez a maior lição aqui seja que a vida de Deus não pode ser imposta. Essa é a matéria da religião. Você pode levar as pessoas a seguir os sistemas e confessar doutrinas verdadeiras, mas sem uma mudança no coração nunca se conectarão com Ele e encontrarão uma trajetória que os levará a aumentar a liberdade e a verdadeira vida.

The Dones #8 – Cinco fatores que contribuem para o declínio na participação nas instituições

Este é um momento emocionante na história da igreja. Estamos descobrindo quais as expressões que a igreja pode tomar quando as pessoas profundamente envolvidas com Deus encontram formas de se conectar e colaborar no mundo sem os rigores do institucionalismo. Tenho a esperança de que essas pessoas possam expressar melhor a natureza de Deus no mundo do que nossas cansadas instituições estão fazendo atualmente. Este é um ótimo momento para você estar vivo!

Atingir a verdade

… sabes bem que é nessas condições sobretudo que se atinge a verdade, e que aparecem menos as visões anômalas dos sonhos.