Ir para conteúdo

Categoria: Li e Gostei

Fiz 34

Hoje eu acordei bem tarde
Beijei a Camila com saudade
Tomei mais café do que precisava
Não soube o que vestir ou comer

O meu lugar

Na jornada da vida vou aprendendo qual é o meu lugar e dando ouvidos aos que me encorajam encontrar o meu lugar.

Escritas pra Vida #7 – Lucas Lujan

Grandeza é não diminuir o outro, nunca; muito menos para parecer maior. Quem o faz, além de provar a sua óbvia pequeneza, prova, ainda, que se sente inferior àquele que diminui.

Nota de Consciência sobre o Perdão

Lembro, constrangido, de alguns erros e maldades que cometi. Com culpa, lembro de falhas que afetaram e marcaram a vida de outras pessoas, que eu amava e ainda amo.

Palavras de Sonhador #18 – Felipe Farah

Filho, a vida é curta demais para se aprender tudo e longa demais para não aprender nada. Siga seu caminho e viva intensamente cada momento, pois, assim, quando você tiver a minha idade, poderá olhar para trás e ter a certeza de que tudo valeu a pena.

Gotas de Pensamentos #4 – Júlio César Gonçalves

Ser livre ou ser escravo é muito mais uma condição interna, pessoal do que uma situação externa imposta a alguém. Vejo muita gente ser criticada pelo fato de terem feito escolhas conscientes a um modo de vida que difere das modinhas do momento, sob o rótulo de escravos, alienados.

Sua vida pode ser

Fale do drama, e sua vida será um drama. Fale da aventura e a mesma vida será deliciosa.

De tanto não viver

Contanto
de tanto desejar
a vida
o amor
a palavra
despertou-se
e disse ao tempo:
Ainda há tempo.

A voz de Deus dizia

– Suba o queixo, meta os pés, confie em mim, vá pra luta que eu cuido das feridas.

Primavera

Ah! quem nos dera que isto, como outrora,
Inda nos comovesse! Ah! quem nos dera
Que inda juntos pudéssemos agora
Ver o desabrochar da primavera!

Mais ou Menos

Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.

Estalos de Leitura #27 – Rafael de Campos

Há inúmeras formas de ler um livro – até o Livro que, evidentemente, existem autoridades que decretam qual a leitura ortodoxa que se deve fazer dos textos. No entanto, as formas de ler, sejam elas a ortodoxa ou a liberal, a sistemática ou a circunstancial etc.; todas são mutáveis e passíveis da condição de tempo, lugar e situação referente a política e modos de crença.

Palavras de Sonhador #17 – Felipe Farah

Não há nada melhor do que o silêncio da madruga, com a presença da lua e das estrelas, e, de fundo, a voz de Deus em forma de poesia, me tocando como brisa, ampliando minha consciência, e me fazendo pensar, sem nunca duvidar, no milagre da existência!