Ir para conteúdo
Anúncios

Categoria: Amigos Mais Chegados

Abraçando coisas velhas

Quando era bem criança e corria no pomar
Descobria coisas lindas sobre mim
Desejava ser tão grande e ficava a sonhar
Como dia em que nada terá fim
Mas os dias vão passando
E o tempo se acabando

Anúncios

Cristão

Ser cristão é ser uma ilha em meio a um mar de gente para nela aprender com Cristo assim como Alexandre, o Grande, aprendeu com Aristóteles na terra de Mésia antes de conquistar o Oriente.
Ser cristão é “cultivar a mais linda roseira que há” no terreno do nosso coração. Mas para isso é necessário que esse terreno seja fértil, é necessário humildade, pois pela origem etimológica da palavra, humildade vem da palavra “húmus”, ou seja, o alimento de toda planta para poder florescer. Os espinhos são bem doloridos no início, mas eles não machucam, pois são curativos. Os espinhos causam a dor necessária que toda pessoa deve sentir ao se corrigir, para que a transformação não seja esquecida tão facilmente.

O que vou fazer 2017?

O que fiz em 2016 e todos os dias da minha vida.

Acordar cedo e vencer a mim mesmo.

Vencer minhas paralisias internas,

Vencer os obstáculos internos que eu mesmo crio,

Vencer meus medos, minhas fraquezas, meus temores,

Vencer o mal que há em mim,

Voar na mesma direção

Bom é lidar com nobreza dentro do possível pra se preservar os mínimos razoáveis de dignidade. Há relacionamentos cujas almas se descolaram porque a alma não se contém em fronteiras estreitas. A alma tem asas e quem tem asas voa se estas não forem podadas. Nos relacionamentos, bom é que as almas voem na mesma direção. A alma é única mas não dá conta de si sozinha, precisa de par.

E quando eu me for?

Certamente, um dia, hei de me retirar da fisicalidade espaço-temporal.
Certamente, um dia, tudo que fui, ou não fui, já não será o que tento ser ainda.
Certamente, um dia, todos os meus anseios, ou falta deles, já não terão a veemência com à qual emergem a cada nova manhã ou madrugada.
Certamente, um dia, todas as “tragédias e dores”, já não serão interpretadas como hoje venho interpretando.

Abstrato

Pago um preço muito alto pela espera
Olho em volta e arranho a rosa que me espeta
Sangue salta feito tinta em tela abstrata
Trato tudo como brisa em meio à mata
Pela estrada deu vontade de cantar

Tédio

Nada para se fazer,
nada para se pensar.
Apenas as escuras ruas
para se vagar.
Esta fria chuva a me
molhar.
Sem seus lábios macios
para beijar e seu

Medo

É pelo medo que temos
Que nos prendemos.
É pelo desamparo
Que me amargo.
É pelo desapego
Que me apego.
É pela insegurança
Que perco a esperança.

Pior

Frágil ser
Habitante do transitório
Universo de sentimentos
Emoções sem fim
Malabarista da arte existir (sobreviver)
Pensante
“Impensante”

Três Toques

Vida… Vida…
Que a vida siga!
Que a vida seja viva!
Que o dia não corroa!
Que o destino não corrompa!
Minha vida é minha!
Sua vida é sua vida!
Nossa vida é nossa!

Campina Orvalhada

Cantam os pássaros na campina orvalhada
Enquanto que o campesino caminha por entre
A relva pensando em sua amada que ainda dorme
sonhando com as delícias do amor da noite passada.
E enquanto que na campina o sol seca as folhas úmidas
pelo gozo da natureza, o campesino relembra seus últimos

Desabafo sobre a covardia

A maioria acha que suportar as coisas é uma virtude. Eu não quero falar se eles estão certo ou errado, eu quero só falar de mim: eu queria não poder suportar.
Eu queria não poder suportar a hipocrisia que há em mim, que há nos outros e denunciar de maneira mansa, amável, amiga, mas que descontruísse o que foi construído durante anos e que precisa ser derrubado.

Temporal

Temporal tem tempo
Tem hora
Tem pressa
Tem “voz”
Tem luz
Tem surpresas

Natal é Amor

Hoje é dia de Natal! Que alegria, que festa! Trago alguns dos amigos pra mesa, mesmo os que moram longe, eles moram antes de tudo no meu coração. Trago-os para a mesa virtual do blog Caminhante Aprendiz, para que cada um reparta o seu pão entre todos, e juntos saiamos dessa experiência saciados.
Natal é amor, é Deus se tornando homem pra viver entre nós e mostrar o tipo de gente que devemos ser. Então pergunto à roda de amigos, o que é amor?

O gesto gratuito

É gentileza
Um sorriso aberto
O olhar de ternura
A mão estendida
A mão acenando
Sim senhor
Muito obrigado
Seria possível…
E tudo tão simples