Ir para conteúdo
Anúncios

Categoria: Amigos Mais Chegados

Clarão

​Luz que não se apaga​
se esconde no horizonte
Fugindo do olhar
Fez sua cama atrás do monte
Dormindo

Anúncios

Maior Riqueza

Amizade é um sentimento precioso…
É afeição, respeito, um bem tão valioso…
É empatia, admiração e reciprocidade
Amizade é também uma linda troca
Em cada coração muito afeto desemboca
É coisa mútua, é ternura, é cumplicidade

Espaços

Quero viver dos espaços
Dos espaços que há em nós
Quero viver dos espaços
Desses criados dentro de nós
Quero viver dos espaços
Daqueles entre eu e tu gerados por todos nós

Mercado Religioso

O Mercado Religioso usa o Marketing Religioso pra atrair a Clientela Religiosa que consome Produtos Religiosos e que vivem Experiências Religiosas bem ou mal sucedidas.
Não obstante, nem sempre estas Experiências Religiosas tem a ver com o Evangelho muito menos produzem o que chamo de uma Espiritualidade Sadia.

Ausência da dor

O meu coração,
Pode crer, é um ótimo partido, embora partido.
Se estou perdida e entediada
Tento abrir o seu portão
Sou maior abandonada.
Que as sobras não me dispersem
Pois elas entristecem.
Com ilusão criamos o nosso amor
Para que no meu mundo, houvesse a ausência da dor;

Versando o Sertão

Belo tão risonho sempre vem surgindo longe
Abraçando todo mundo com sua amplidão
Nunca falta nenhum dia
Cumpre sua obrigação
Não recebe um centavo por sua ação
Acordo todo dia e parte bem cedo pra lida
Carpe, luta, geme, deixa seu suor ao chão

Saudades estranhas

Sinto saudades…
Dos poemas que nunca escrevi
E dos homens por quem não morri.
Sinto saudades…
Dos banhos de chuva recuados
E, por desejo, não ter chorado.

Saudades

Saudades…
Do que não sei.
Talvez
De algo bom
Que possa
Ter ficado
No âmago
Do meu ser.
Saudades

O poema e a alma

Não sou um deus
Nem, tampouco, ateu
Pois aquilo que é teu
Também faz parte de mim.
Vago por meio dos versos
Vago por meio das horas

Distância

Amor mando-lhe um beijo pelo vento,
busco seu olhar nas estrelas do firmamento…
Na vã esperança, de fazer-me presente
em seu pensamento.
Não só neste momento mas,
em todos os nossos instantes

Conquista

Vem me conquistar
Bem devagarinho
Que é p’ra não acabar
Nunca este carinho
Sim, sei, sou seu sabor
Seu sal, seu sol, seu suor

O último pirata

Por entre as águas de um mar turvo
Verde como o lodo
Caminho dos tesouros
Lá se vai o último pirata
Carregando em seu navio negro

Visitas

O tempo não parou
E a gente se “descuidou”
A mudança é nítida!
Visitas?!
Hummm… escassez
Falta tempo diz a maioria
Um corre corre todo dia!
A vida

Você se negaria?

Um ser formal, polido, sério, grosseiro, obsessivo quanto à inclinação de acabar com divertimentos, “pé no saco”, chato, bobo, um ser de propostas surreais e inconvenientes, defensor dos frustrados, cabeludo, gente fina, porém, ingênuo…
Tais são algumas das afirmações que eu ouço, principalmente dos amigos queridos da minha geração, acerca de Jesus.
Com toda sinceridade, eu concordo. Concordo com a aversão a esse jesus proferido pela religião, que viralizou como um ser do “tá no inferno” ou “tá no céu”. Um ser de análises julgadoras e irritantes. Um ser que faz de seus ensinamentos, um caminho mais entediante e desgraçado do que o do próprio inferno. Sim! Seguir o jesus das “casas de lambada” religiosas é o mesmo que viver o inferno! Inferno para si e para todos os que o cercam.

Como vai você?

Há dias e tempos que a mim parece que o melhor é não ver ninguém, mas, descobri que quando procedo assim, privo o outro de mim, como sou privado daqueles que agem assim.
Preciso aprender a me preservar sem, no entanto, impedir que o outro desfrute da minha presença, digo, do outro que me deseja por perto, do outro a quem faço bem estando perto.

Inspiração e Vida

Há momentos onde inspiramos e não encontramos inspiração.
Há outros que, de tão inspirados, não queremos que o ar nos salte dos pulmões.
A ‘vida’ parece gostar de nos ver ‘sem ar’; nos vendo puxar ao máximo fôlego para continuar em frente; e nós, gostamos por demais de encontrar o sopro que nos inspire a caminhar em ritmos, sons, paixões, sonhos…