Ir para conteúdo
Anúncios

Categoria: Amigos Mais Chegados

Duas Palavras

e quando estas
acontecem ao meu favor
é uma delícia
me sinto cuidada!

Anúncios

O que é a Igreja?

Sabemos que Deus não habita em templos feitos por mãos humanas, mas por que muitos insistem em acreditar que Ele habita entre quatro paredes?

Por que depressão?

Ela pode vir até camuflada
Dependendo de cada situação.
Porém uma coisa é muito certa
É um sofrimento sem dimensão!

Palavras de Sonhador #14 – Felipe Farah

A vida pesa mais quando carregamos um fardo que não é nosso. Economize tempo escolhendo as coisas certas. Descubra-se! Liberte-se! Viva em busca do seu sonho intensamente!

Estalos de Leitura #21 – Rafael de Campos

Antes de “achismos” ou precisarmos julgar o mundo e as pessoas, ou sermos guiados por qualquer fé mística (horóscopos, textos sagrados, etc), experimentemos a desconstrução e a prática de sermos guiados por saberes humanitários. Não confundamos crença com saber – isso nos torna ‘imbecis’ coletivos lutando para descobrir uma realidade que está posta e dada.

Olho no Ponto

Acredito que sabedoria seja o acúmulo de lições extraídas e praticadas a partir das experiências da própria vida ou de outros; e acho que ninguém teria mais a acrescentar (se falasse, é claro) do que um ponto de ônibus. Afinal, ele já viu de tudo.

Caminho de Emaús #2 – Caminho da Dúvida – Diego Camilo

A série caminho de Emaús se propõe a trazer reflexões pontuais e rápidas a respeito da vida, espiritualidade, sentido e inspiração cotidiana para todos aqueles que se encontram num caminho de peregrinação aonde em diversos momentos perdemos a real imagem referência de Jesus Cristo. Compreendo que o caminho de Emaús também é o caminho da dúvida, questionamento e incertezas, pelo menos no seu início com certeza o é, ainda assim Jesus se mantém presente e vivo mediante a dúvida, incertezas e questionamentos, a sua presença ainda que não percebida se traduz em amor, companhia e cuidado.

Caminho de Emaús #1 – Caminho da Revelação – Diego Camilo

A série caminho de Emaús se propõe a trazer reflexões pontuais e rápidas a respeito da vida, espiritualidade, sentido e inspiração cotidiana para todos aqueles que se encontram num caminho de peregrinação aonde em diversos momentos perdemos a real imagem referência de Jesus Cristo. Compreendo que o caminho de Emaús é o caminho da revelação e que a revelação é um caminho inevitável para aqueles que são filhos de Deus.

Poesia da Rotina

é segunda-feira, é de manhã,
marquei o ponto,
algumas atividades já foram executadas,
penso na semana que está se iniciando,

A Flor do Jardim

A sua beleza é rara, é aquela simetria perfeita
Tem aquele sorriso cativante, poderoso
No nariz tem uma pintinha delicada,
Levemente gotejada por Deus.

Estalos de Leitura #20 – Rafael de Campos

Uma das maiores definições do ser humano seria “Homo sperans” — homem/mulher esperançoso. Por esse conceito, o ser humano seria aquele que abriga em si a condição essencial da esperança. Deixar tal condição seria o próprio inferno, seria deixar para trás sua humanidade.

Estalos de Leitura #19 – Rafael de Campos

O fanatismo, esse “gene mau” do ser humano — como dirá Amoz Oz — mais antigo do que todas as instituições instituídas, é simplesmente uma luta contra o pragmatismo, o pluralismo, a tolerância, isto é, contra tudo o que achamos que não deveria se encaixar em nossa experiência para com o outro.

Meu Livro Aberto #3 – Ezequiel Covatti

Sabe estou feliz por te esquecer. Feliz por não mais te querer. Feliz por não sentir tua falta. Feliz por não te odiar. Sim… Ódio é um sentimento que não levo comigo.

Meu Livro Aberto #2 – Ezequiel Covatti

Levante essa cabeça! Olhe todo o horizonte que se desenha a sua frente. Veja toda a vida pulsante que te rodeia. Saiba que por mais difícil que possa parecer, tudo, eu repito, tudo, se você realmente tiver força de vontade é possível.

Meu Livro Aberto #1 – Ezequiel Covatti

É difícil pensar em mudança quando repetimos diariamente as mesmas rotinas sem tentar algo novo. É difícil procurar novas respostas quando fazemos sempre às mesmas perguntas. Mudar doí.