Página 141 a 145

A maior de todas as tentações humanas é a de se colocar acima de Deus e tornar Deus um escravo de nossas vontades. Gosto muito de utilizar a inversão da criação do Gênesis como metáfora dessa tese: tentamos, quase sempre, construir um deus segundo a nossa imagem e semelhança para nos servir. Quando tentamos fazer Deus caber em nossos esquemas, sistemas, doutrinações, dogmatismos, caixinhas de percepção, estamos tentando “explicar absolutamente Deus”, e só entra nessa jornada quem se coloca como “criador de Deus”, “dono de Deus”, “deus de Deus”.

A história humana é repleta de construções de divindades, cada uma como sendo a exata expressão das nossas idiosincrazias, dos dilemas humanos e dos surtos de poder. Esses deuses são extremamente parecidos com a gente, pois partiram de nós, nasceram na mente humana e por isso são completamente explicáveis pela antropologia e psicologia. Deus Deus é realmente Deus! Nossos deuses não são Deus! Nossos deuses são a tentativa de projeção de “nós mesmos” como Deus. E isso é idolatria! A tentação de Satanás no deserto era estimular Jesus a ser deus de Deus, tal como ele mesmo se propôs a ser.

E aí? O que achou da leitura dessas páginas desse livro? Deixe seu comentário com suas percepções logo abaixo!

3 comentários

  1. Ha os deuses da construção mental , aqueles que são feitos à imagem e semelhança do homem, a fim de suprir o vazio existencial que cada um carrega consigo. Os muitos deuses , mergulhados em autonomia e autossuficiência , caem na chamada síndrome de Lúcifer, acusando, apontando o dedo, lançando no inferno e determinando agenda pra Deus, como se Deus precisasse de cartilhas da moralidade.
    O culto auto hedonista se alimenta da soberba e arrogância dessas construções mentais.
    Tal alvo está posto à nossa frente. Cabe a nós jamais chegar lá …

  2. A lista de livros para ler só aumenta… rsrs

    – O Enigma da Graça
    – Síndrome de Lúcifer
    – Seguir Jesus: o mais fascinante projeto de vida
    – Oração para viver e morrer

  3. Chamar a atencao em demasia para sim nos acarreta pecado de uma vida vazia e carnal em sua existencia. Deus em seu filho Jesus nos chama a sermos serenos e discretos em Amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: