Página 16 a 17

Esse livreto termina com o ápice das descobertas de Salomão: em Deus habita o significado vital de todas as experiências da existência. Mergulhado na experiência de Deus o ser humano encontra nas coisas mais simples da vida sua alegria e visceralidade. Temer a Deus é, no final das contas, o movimento mais saudável da vida; pois, nesse temor há a decisão consciente de escolher pelo bem, pela verdadeira riqueza, pelo caminho do amor. Temer a Deus é o dever mais primário do ser humano, pois ainda que este não tenha chegado à percepção mais profunda sobre quem Deus é, o mínimo que se espera da humanidade é que ela haja de maneira responsável com tudo aquilo que recebeu como graça divina.

Concluimos portanto que é a vida é uma bobagem, é vazia, é vaidade uma vez que nossa busca visceral de significado está concentrada naquilo que é temporário e cuja natureza é limitada. Tal qual a água que a mulher samaritana iria tirar do poço de Jacó, as coisas da vida saciam por um momento, resolvem por tempo limitado, tudo tem prazo de validade e está condicionado à regressão.Já o que vem do Espírito de Deus sacia pra sempre, vence a sede e a fome, alimenta pra sempre, pois vem de Deus por pura graça e misericórdia.

E aí? O que achou da leitura dessas páginas desse livro? Deixe seu comentário com suas percepções logo abaixo!

8 comentários

  1. Quando mergulhei em Deus, todo mar virou igarapé, todo rio virou lago, toda cachoeira tornou-se gota , na imensidão oceânica do infinito e sua profundidade estranhamente deliciosa e satisfatória….

  2. Quanto antes reconhecermos que o vazio da nossa alma só é preenchida com o Pai, mais cedo iremos desfrutar das verdadeiras alegrias, da verdadeira paz, antes que a velhice nos acometa!

  3. Quando iniciei a leitura, (ontem em atraso e finalizando agora) relembrando esses textos bíblicos, fui tendo a sensação de que aquilo ia mal, e a cada página mais mal relatava Salomão. Pensei, preciso ler até o fim, não posso parar no meio agora, há de ter um final melhor. Então segui a leitura, mas fui terminar agora e ao findar, penso que o viver é para Cristo e o morrer é lucro. Não sabemos para onde vamos se há mesmo vida após a morte, cremos, temos fé e esperança que sim, ao menos eu que existe um Deus o criador, mas se ainda assim não for, não perde-se por levar uma vida honrada. O resto é vaidade de vaidade.

  4. Como bem disse Rodrigo, tudo tem prazo de validade… Nosso vigor, nossas forças, nossas capacidades, talentos, beleza…

    A descrição da velhice, apresentada por Salomão, é ótima para nos fazer lembrar de que um dia realmente ficaremos velhos, sem vigor… que alguns dentes realmente podem cair… que, talvez, nosso maior medo seja o medo de cair e quebrar algum osso do corpo… enfim. Tudo passa. E a vida realmente é uma bobagem.

    No fim, o que vale é temer a Deus e viver na liberdade de Cristo, respeitando o meu próximo, que é o alvo do meu amor. O resto é resto.

    Que Deus me ajude a encontrar contentamento nas coisas simples da vida, encontrando significado em Cristo. Que eu não precise experimentar tudo que Salomão experimentou, ou mesmo parte disso, para então retornar – todo ferido e tendo de lidar com as consequências das escolhas erradas – para o mesmo lugar de onde nunca deveria ter saído.

    Obrigado, Rodrigo, pela oportunidade de me lembrar dessas coisas.

  5. Apenas encontrando Deus em Cristo Jesus nos encontramos um sentido para viver. A vida do homem é igual a água que escorre pelas mãos. Mas olhando para a imensidão do mar ali está a água da vida. Ou seja em Cristo Jesus não nós falta nada. Somos completos, amados e de fato felizes.

  6. O sentido da existência está no encontro com Cristo pois somente sua presença a em nós gera paz e um senso de segurança de que não estamos sós e nem precisamos de todas as respostas para estar contentes nessa vida.Salomao descobriu essa verdade.O segredo que traz sentido à existência é temer a Deus e obedecer seus mandamentos Simples assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: