Ser puro de coração não significa não pensar nunca em algo ruim. Afinal de contas, às vezes, nossos pensamentos parecem ter vida própria e realidades inomináveis passam pela nossa mente, mesmo que contrariem os nossos valores e o trajeto do nosso caminho de vida. A pureza interior, no entanto, tem a ver com a atitude de não dar vazão às loucuras que surgem dentro de nós e ainda, pelo contrário, alimentar os melhores pensamentos, dando espaço cada vez maior àquilo que edifica, que espalha amor e sabedoria. Tudo o que sai da nossa boca produz vida ou morte, nos outros e, concomitantemente, em nós também. O esgoto emocional que permitimos que flua do nosso coração para as palavras e ações, isso é o que contamina o nosso ser.

Confiar em Jesus é acreditar de verdade no que Ele ensinou. Essa é justamente a maior dificuldade da maioria das pessoas: confiar! Com o passar do tempo vamos criando tantas barreiras emocionais, intelectuais e espirituais que a confiança vai ficando cada vez mais distante do nosso alcance. Não cremos Nele, especialmente, pelo fato de que crer em Jesus implica em descrer de algumas de nossas tradições e crenças. Crer em Jesus é dar espaço ao perdão, ao amor, à fé na ressurreição (não só Dele, mas nossa também); crer Nele é mergulhar em um cotidiano personalizado pelo Caminho e tendo Sua mente guiando o nosso olhar. Confiar Nele cala algumas questões que antes nos angustiavam. Confiar Nele nos faz descansar seguro e andar pela fé.

Se injustiças e maldades estão sendo cometidas diante dos nossos olhos e isso não acessa o nosso coração, não nos comove, não mexe com as nossas entranhas, não nos incomoda, talvez seja pelo fato de que a banalidade do mal tenha dessensibilizado o nosso interior. Aquele que está caído à beira do caminho não pode se transformar em um elemento “natural” do cenário da vida.

Qualquer pessoa que se submete a um pacote fechado de ideias terá sua capacidade de reflexão apequenada pela decisão que tomou, visto que não há mais espaço para discussões, considerações a partir de outras perspectivas ou diferenças de opinião. Embora confesse que hajam pedras fundamentais no ensino de Jesus que são “inegociáveis” (para os que pretendem ser seus seguidores), por fazerem parte da essência da prática e do ensino de Jesus, por outro lado, existem realidades que abarcam várias perspectivas e, por isso, precisam conviver com a pluralidade de olhar sempre!

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Onde você me encontra?
Twitter: @caminhaprendiz
Facebook: /caminhanteaprendiz
Youtube: bit.ly/caminhanteaprendiz
Instagram @caminhanteaprendiz
E-mail: rodrigoaccampos@hotmail.com
Whatsapp: 18-997358253

Você pode ouvir a Web Rádio Caminhante Aprendiz através do:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: