Meu desafio hoje é a tristeza!

Tristeza é um estado emocional gerado através do que vimos, ouvimos e sentimos.

Tristeza é o oposto da alegria, podemos dizer também que tristeza é a ausência absoluta da alegria.

Tristeza pode ser momentânea e passageira, mas também podem se instalar por dias, meses, anos e décadas.

São vários os motivos que nos levam ao estado de tristeza, motivos no âmbito emocional ou físico.

Podemos citar alguns motivos:

– Expectativas sejam de alguém ou algo, frustrações, decepções, traição, relacionamentos conflituosos, ansiedade, culpas, medos, perdas, magoas, ressentimentos, fracasso, humilhação, vergonha, complexos, inferioridade, etc.

– Perda de um trabalho, uma separação sempre é dolorosa, perda financeira, problemas de saúde, morte, e outros.

Sabemos que cada pessoa tem uma reação, diante de um mesmo problema, somos pessoas diferentes umas das outras, com sensibilidades e temperamentos moldados segundo o meio em que fomos criados, somos únicos em nossa essência!

E esse é o motivo em que não devemos fazer comparações entre pessoas, e muitos de nós fazemos tais comparações!

O que é bom para mim, pode não ser bom para você.

E o que não dói em mim, pode doer e muito em você.

É natural ficarmos tristes, afinal nem sempre tudo sai como planejamos, somos pegos de surpresa com fatalidades da vida.

Mas o problema é essa tristeza não ter fim, qualquer um desses problemas acima citado, se não forem bem resolvidos, irão nos fazer mal.

Qualquer um desses problemas se diante deles nos calamos, sufocamos dentro de nós, nos fechamos, e ficamos remoendo, irão com o tempo se somatizando a outros, e chegará um ponto em que estaremos mergulhados em uma tristeza profunda, e nosso mundo ficará cinza, e será tornará um circulo vicioso.

Tudo irá nos incomodar, as pessoas, as coisas, passamos a enxergar somente o lado ruim de tudo, reclamar de tudo, se fechar, perder noites de sono, perder o apetite, ou comer demais, perder a fé nas pessoas, acreditar que não somos mais queridos por elas, que ninguém quer nossa presença ou até achar que falam mal de nós pelas costas.

Eu cheguei ao ponto de á perder a fé no homem e também de perder a fé em Deus!

Perdi também a razão de viver, o sentido da vida!

A tristeza é um poço sem fim, que nós mesmos começamos a cavar, cada vez que ficamos refém dos pensamentos negativos e sabotadores.

Não devemos ser refém de nossos medos, culpas, nem de humilhações, e muito menos refém de nossos pensamentos sabotadores.

Passei décadas sendo refém de meus pensamentos que sabotavam minha liberdade de viver o presente, de viver o hoje, me prendiam em meu passado e me faziam ter medo do futuro!

Esses pensamentos me levavam a chorar ao invés de sorrir, me levavam a desacreditar ao invés de crer, me levavam a sofrer ao invés de ser feliz!

Meu desafio foi mudar meus pensamentos!

Eu já sei onde vai acabar quando um pensamento sabotador aparece, aprendi reconhecer os gatilhos que me desarmam e me faz refém, aprendi a reconhecer minhas fraquezas e debilidades e não me subestimo, recorro rapidamente a quem me da forças, que é meu Pai celeste, desvio meus pensamentos e tudo acaba bem.

Controlar os sentimentos, libertar o EU das amarras das duvidas, medos, culpas, solidão, etc. não é fácil, é um exercício diário e continuo, mas é a única forma de melhorar dia a dia.

Mudança de pensamentos é decidir amar ao invés de querer ser amado, decidir servir ao invés de ser servido, buscar ver coisas boas nas pessoas ao invés de querer que vejam isso em você, não criar expectativas, não projetar sobre as pessoas suas idealizações, não se cobre demais, não seja carrasco de si!

Agora seja você, vivendo uma nova experiência, a experiência de nova pessoa, livre, que pode tomar decisões, que pode fazer escolha, que esta no comando de seus pensamentos e sentimentos.

Tudo é uma questão de decisão, eu decidi viver, sorrir, amar e perdoar.

Eu decidi e colorir por onde eu passar.

Eu decidi exalar o perfume de Cristo.

Eu decidi ser feliz!

Qual é o seu desafio hoje?

Valéria Campos
valeriauniversitaria@yahoo.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: