Ir para conteúdo
Anúncios

De tanto não viver

De tanto não viver
quando vi
anoiteceu
já era ontem.

De tanto não amar
quando vi
entardeceu
já era solidão.

De tanto não dizer
quando vi
amanheceu
já era silêncio.

Contanto
de tanto desejar
a vida
o amor
a palavra
despertou-se
e disse ao tempo:
Ainda há tempo.

Wilson Chagas
wilson.gamararte@hotmail.com
wilson-chagas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: