De tanto não viver
quando vi
anoiteceu
já era ontem.

De tanto não amar
quando vi
entardeceu
já era solidão.

De tanto não dizer
quando vi
amanheceu
já era silêncio.

Contanto
de tanto desejar
a vida
o amor
a palavra
despertou-se
e disse ao tempo:
Ainda há tempo.

Wilson Chagas
wilson.gamararte@hotmail.com
wilson-chagas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: