Dentre todas as conversas que tivemos, das mais superficiais as mais profundas, o que me marcou foi a descrição dos fato em João 1, em que:

1) Jesus está no centro de toda a criação, portanto deve ser a pedra angular de todo aquele que se aproxima do Pai;

2) João não era a luz, portanto, nós também precisamos nos relativizar enquanto “enviados por Deus”, afim de que vivemos em humildade serviçal e nunca na pretensão religiosa do “ungido” de Deus;

3) Jesus veio para os seus, mas os seus não o reconheceram, indicando que corremos o risco da não percepção das manifestações de Jesus pelos meios menos esperados e prováveis da vida.

4) Jesus disse: Vem e vê, chamando os homens à convivência, mostrando que é no caminho que a gente aprende a andar com Deus, a amar a Deus, é no processo e não no evento pontual e restrito.

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Onde você me encontra?
Twitter: @caminhaprendiz
Facebook: /caminhanteaprendiz 
Youtube: bit.ly/caminhanteaprendiz
Instagram @caminhanteaprendiz 
E-mail: rodrigoaccampos@hotmail.com
Whatsapp: 18-997358253

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: