Ir para conteúdo
Anúncios

Não me permito competir

Sim, eu sei que jogar a toalha pode parecer fraqueza
E ser fraco parece ser o pior estágio de um ser humano
Os fracos não vendem livros
Os fracos não se gabam de suas virtudes
Os fracos não possuem boa expectativa de vida bem-sucedida
Os fracos só são ricos em número de pessoas que tem dó deles
Os fracos são palanques sobre os quais os fortes fazem seu discurso de vitória
Até oram: Muito Obrigado, oh Pai Celeste, por não ser como esse fraco.
Mas, no quesito competição: não quero perder minha fraqueza!
Sou fraco e não me demovo dessa posição.
Sou um fraco incurável.

Se o sol nasce pra todos, e todos podem desfrutar juntos de seu calor
Porque eu haveria de disputar os melhores lugares?
Qual a razão de querer tampar os olhos de alguém, para ter algo que o outro não tem?
A vida é uma caminhada, não é uma corrida em que 3 chegam ao podium.
Nas palavras de Paulo, precisamos acabar a carreira
E a coroa da vida não está reservada apenas para nós
Só há prêmio num contexto coletivo e não individual.
Por isso, não me permito competir.

Prefiro a cooperação do que a competição.
Prefiro promover outros e a ajudá-los a se tornarem a melhor versão de si mesmos
Do que humilhá-los para me sobressair em detrimento deles.
Pois, na ótica de Jesus: quem quer ganhar a vida a perderá.
Quem se vê como grande é pequeno
Quem se acha forte é fraco
Quem se exalta é humilhado
Quem compete, nem começou e já perdeu!

Não competir é sinônimo de mãos cruzadas?
De forma alguma. Trabalho muito, todos os dias, com o melhor de mim
Explorando todos os potenciais que enxergo para desenvolvê-los
Mas, faço isso sem a pressão de ser maior que…
Sem fazer comparações e sem traçar paralelos pra me encaixar na expectativa alheia
Vivo o que vivo em paz, vendo os que se aproximam de mim como presentes da bondade do Eterno
E sendo o melhor que consigo ser para estes que decidiram se juntar a mim na caminhada
Prefiro irmãos de jornada do que adversários ou mesmo inimigos
Prefiro incluir outros na família, do que excluírem por não pertencerem ao meu clã
Prefiro “não aproveitar as oportunidades” que exigem o preço caro de uma amizade
Para continuar semeando amor, respeito, cuidado e cumplicidade para com o outro

Por isso, qualquer que seja a posição que tiver no coração de alguns
A terei naturalmente, como uma autoridade que se estabelece sem forçação de barra
Sem imposição alguma, com total liberdade de ir e vir
Sem reproduzir no outro as expectativas das minhas imperfeições
E muito menos sem utilizar do outro como escada rumo ao sucesso
Se isso me render frutos de benefício pessoal, os comerei com alegria
Se isso me render uma história mais solitária e menos bem-sucedida do que o desejável, também me contentarei
Pois, o meu compromisso, acima de tudo, é com o tipo de ser humano que aprendi em Jesus, nisso está todo o meu coração e toda a direção da vida.

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Onde você me encontra?
Twitter: @caminhaprendiz
Facebook: /caminhanteaprendiz 
Youtube: bit.ly/caminhanteaprendiz
Instagram @caminhanteaprendiz 
E-mail: rodrigoaccampos@hotmail.com
Whatsapp: 18-997358253

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: