Ir para conteúdo
Anúncios

Deus Perguntador

Ao iniciar esse ano de 2019 com o objetivo de ler novamente a Bíblia toda ao longo desses 365 dias, me deparei com os primeiros capítulos de Gênesis, e logo de cara, me saltou aos olhos uma realidade inequívoca: Deus se mostra um tanto perguntador! Depois das assertivas que criaram o universo, no relato de Gênesis, e um pouco após ordenar ao homem e à mulher que se multiplicassem e que tivessem o cuidado de não comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, Deus traz uma bateria de perguntas afim de que o homem e a mulher revelassem a verdade de seus atos.

“Onde está você?”

“Quem lhe disse que você estava nu? Você comeu do fruto da árvore da qual lhe proibi comer?”

“Que foi que você fez?”

Depois, repete o mesmo ato diante da oferta desagradável de Caim:

“Por que você está furioso? Por que se transtornou o seu rosto?
Se você fizer o bem, não será aceito?”

E depois do assassinato de Abel, ele se aproxima e diz:

“Onde está seu irmão Abel?”

“O que foi que você fez?”

Porque refletir sobre o papel das perguntas de Deus é importante? Pois, toda pergunta requer uma resposta, e no caso da relação entre Deus e os homens, Suas perguntas não tem como objetivo saber o que não sabe, pois Ele tudo sabe, mas sim, de dar ao homem a oportunidade de dizer a verdade, por mais dura que ela seja, com contrição, arrependimento, assumindo a responsabilidade de seus atos.

Infelizmente isso não aconteceu nem com Adão, nem com Eva, tampouco com Caim. Todos fugiram da verdade, todos se mostraram duros de coração, terceirizaram o problema, e perderam a oportunidade de encarar sua realidade de frente, sem a necessidade de que a análise sobre isso viesse de fora de eles mesmos.

Onde você está, Adão? Onde você está, Eva? Porque estão fugindo, se escondendo? Diga o que aconteceu! Fale das escolhas erradas que fizeram, assuma sua existência em todos os seus ônus e bônus, pois fatos são fatos, o acontecido não pode ser mudado, mas a forma como lidam com ele pode salvá-los ou destruí-los.

Cadê seu irmão, Caim? Onde está aquele que partilha do seu sangue, da sua família, da sua história? Porque você agiu com tamanha maldade? Você acha que sua inveja tem razão de ser? Acha que se fizesse o bem, não seria aceito? Acha que sou um Deus que faz acepção de pessoas? Que privilegia uns em detrimentos de outros por puro capricho?

Veja quantas coisas podemos refletir a partir das perguntas de Deus. Será que essas perguntas não são feitas igualmente a nós todos os dias? Eu não tenho dúvida!

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Onde você me encontra?
Twitter: @caminhaprendiz
Facebook: /caminhanteaprendiz 
Youtube: bit.ly/caminhanteaprendiz
Instagram @caminhanteaprendiz 
E-mail: rodrigoaccampos@hotmail.com
Whatsapp: 18-997358253

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: