Ir para conteúdo
Anúncios

Game of Thrones – Sentimento versus Valor

Game of Thrones deveria se chamar “Revenge” (vingança), pelo incontável número de ações movidas por esse sentimento. Vingança pela traição sexual, vingança pela quebra de acordos, vingança por apoiar os inimigos de tal reino, vingança por qualquer que seja o desconforto gerado. Uma das principais personagens da série, Arya Stark, chega a citar os nomes das pessoas que ela pretende exterminar, todas as noites antes de dormir, para não se esquecer de nenhum deles.

Outra curiosidade acontece quando os integrantes da Patrulha da Noite recebem a notícia de seu comandante que pretende fazer acordo de paz com os selvagens, para enfrentarem juntos no inverno os “White Walkers”, pois sozinhos serão certamente derrotados por estarem em menor número. Mas, o problema é que os selvagens são inimigos há anos dos guardiões da muralha, e na 5ª temporada, eles incendiaram vilas, assassinaram crianças e adultos, sem piedade. Será possível fazer as pazes com um inimigo? Abrir mão do sentimento de vingança, das lembranças dolorosas de mortes banais que a história lhes conta? É possível haver paz entre dois exércitos que possuem uma lista de motivos para continuar seguindo o caminho da inimizade?

Esse dilema é mais comum do que imaginamos: quem nunca justificou seu próprio desejo de vingança pelas atitudes do outro, a quem você pretende devolver com a mesma moeda? Quem nunca tentou apagar da própria história alguém que lhe ofendeu, lhe prejudicou, com no mínimo ações de indiferença e desdém, movidos pelo rancor?

A vingança sempre é uma ação que parte do rancor que é sustentado pela raiva, pelo ódio, pela vontade de que o outro sinta na pele o mal que propagou. Seria portanto, o perdão impossível de se realizar? Jesus teria proposto um caminho absolutamente inviável, quando disse para “amar os inimigos, orar pelos que nos perseguem, vencer o mal com o bem”?

Falar desse assunto é falar de sentimento versus valor. O sentimento que a ferida causa pode nos levar as piores ações, a não ser que um valor maior interrompa o ciclo do mal e nos coloque em uma rota que viabiliza a paz. Isso é raro de acontecer, tão raro que muitos consideram uma lenda, uma historinha de criança que concorre com a mula sem cabeça, o saci e a caipora. Quando atitudes de perdão tentam se manifestar em alguém, logo vem um turbilhão de opiniões do tipo “não seja besta”, “não deixe o outro montar em você”, “larga de ser trouxa”, que pressiona o possível perdoador a abandonar completamente a ideia.

Há uns 10 anos atrás assisti um vídeo em que uma mãe se encontra com o assassino do filho dela e o perdoa pela barbaridade que fez. Nas escrituras lemos Jesus pedindo ao Pai que perdoasse seus crucificadores, pois segundo Jesus, eles não sabiam o que estavam fazendo. Da mesma forma procedeu Estêvão diante dos seus apedrejadores. Esse com certeza não é o caminho mais fácil. Decidir perdoar alguém não remove os sentimentos imediatamente, pelo contrário, é decidir passar o antigo “Mertiolate” (na época em que ele ainda ardia muito), é suportar a dor sabendo que pouco a pouco aquilo vai passar.

Eu não sei ainda no que vai dar essa tentativa dos patrulheiros da noite de fazerem as pazes com os selvagens, eu só sei que há toda possibilidade de serem feridos outra vez, serem traídos, acontecer o pior possível nesse processo. Mas, também só é possível de se tornarem pacificados, iniciando uma nova história, sem brigas, por causa da atitude do John Snow, o comandante da Patrulha da Noite, de querer a paz, de perdoar. O que vai acontecer? Não sei! Só o tempo poderá dizer. Quanto aos seguidores de Jesus, perdoar não é uma opção, é o único caminho. Segundo Jesus, quem não perdoa o próximo tampouco será perdoado pelo Pai que está no céu.

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Onde você me encontra?
Twitter: @caminhaprendiz
Facebook: /caminhanteaprendiz 
Youtube: bit.ly/caminhanteaprendiz
Instagram @caminhanteaprendiz 
E-mail: rodrigoaccampos@hotmail.com
Whatsapp: 18-997358253

Anúncios

2 comentários em “Game of Thrones – Sentimento versus Valor Deixe um comentário

  1. Muito bom mano, estamos precisando rever tudo relacionado aos nossos conceitos sobre o que dizemos conhecer do Evangelho de Jesus!
    Obg por mais essa mano querido!!!!!
    Que Deus te abençoe sempre!!!!!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: