Onde estás, oh beleza das flores?
Beleza dos mundos
Encanto dos reis
Privilégio dos sortudos
Onde estás, que te escondes?
A busco nas fendas das rochas
Investigo o profundo das cavernas
Quão perigosa busca eterna
Vou navegando por entre os sete mares
Desvendando o oculto dos pomares
Em busca do encanto dessa jóia
Tão perigosa quanto o cavalo de Tróia
Oh beleza antiga, feitiço dos homens
Será que ao encontrá-la chegarei ao descanso?
Me satisfarei simplesmente por tê-la em meu recanto?
Ou serei seduzido, traído pelo meu próprio desejo
E depois do ardil pelejo
Concluirei que recostar em seus peitos
Foi uma armadilha que trouxe a morte ao meu leito
Suplantando meu plano perfeito?

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Onde você me encontra?
Twitter: @caminhaprendiz
Facebook: /caminhanteaprendiz 
Youtube: bit.ly/caminhanteaprendiz
Instagram @caminhanteaprendiz 
E-mail: rodrigoaccampos@hotmail.com
Whatsapp: 18-997358253

2 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: