Ir para conteúdo
Anúncios

Estalos de Leitura #14 – Rafael de Campos

Hoje, mais do que ontem, um grande cientista ou professor, deve se colocar em total modéstia perante um saber. O saber é infinito; aquele que está diante dele não.

“O método de Jesus é amar primeiro, é confiar primeiro. Jesus não apresenta a ninguém um prévio caderno de encargos. (…) O que nos salva não é uma negociação. O que nos salva é um excesso de amor, uma dádiva que vai para lá de todas as medidas. (…)” José Tolentino Mendonça

Acreditou-se num discurso que teve como parcela discursiva um conservadorismo social que, como espelho, impõe-se à politica. Mas, a macroestrutura ou unidade total dessa parcela, nada tem de conservadora. A sociedade brasileira, como um texto, é uma rede que quer se religar globalmente à estruturas extra conservadoras porque, na intimidade, já vive além das imposições teológicas e metafísicas.

Parece pintura do nascer do sol…

parece pintura

A igreja, como instituição, criou um certo distanciamento daquela “consciência crítica nos processos temporais”. O maior problema é que ela não se vê como parte do problema e alvo de sua própria crítica. Seu contrato social foi renovado não com o profetismo de Isaías, Jeremias, Oséias, Amós, Joao Batista e, principalmente, Jesus . Seu contrato é com o profetismo dos benefícios e riquezas. Posso estar muito errado; mas também muito certo na análise!

“A claridade atinge-se percorrendo a via do amor”, disse o hermeneuta lusitano José Tolentino Mendonça. Fora dessa afirmação, penso, não há religião que se sustente, muito menos que se preze pela primazia de Jesus. Como já afirmava o falecido clérigo Eugene H. Peterson, fizeram do Jesus dos evangelhos um paliativo “genérico”. Reafirmo que esse “monstro” com face de Jesus, mas genérico, recheado dos dogmas e moral – de grande parte dos cristãos – está alicerçado nas bases decorações totalmente devotados ao ego. Entendo ser o primeiro a querer retornar aos laços e via de amor que um dia sustentavam meu olhar. Mas nunca a partir do Cristo genérico que se vende atualmente. Não há mais credibilidade nele.

mia couto
Rafael de Campos

Rafael de Campos
elfaracampos@hotmail.com

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: