Ir para conteúdo
Anúncios

A Pérola da Intimidade

A maldade está presente em todas as camadas sociais, em todos os níveis de relacionamento, às vezes de forma velada ou escancarada, consciente e inconscientemente, sua raiz está no coração da gente, que é de onde provem todas as guerras, contendas, paixões e todo tipo de atrocidades.

A maldade desemboca no egoísmo, na falta de sensibilidade, na vontade de pressionar o outro, de pôr mais fardos sobre o coração do outro, na tentativa de fazer tudo e todos se encaixarem em nossas caixinhas de percepção. A maldade está presente no rótulo, no preconceito, na indiferença, na indisposição de ouvir, de respeitar, de reconhecer o espaço do outro e de enxergar o outro em sua idiossincrasia.

Dessa forma, não podemos confiar a pérola de nossa intimidade a qualquer pessoa em qualquer circunstância. Não há nada mais poderoso para nos atingir, nos derrubar e ferir nosso coração do que sermos alvos da maldade de pessoas que conhecem a nossa intimidade. Eu sou capaz de lidar tranquilamente com ataques e ofensas de pessoas das redes sociais, que infelizmente colocam o esgoto de seu coração para fora (em forma de palavras), só pra se sentirem superiores, importantes e intelectualmente privilegiadas. Mas, é relativamente fácil porque elas não me conhecem profundamente, não são minhas amigas de verdade.

Agora, quando alguém que o conhece profundamente, sabe dos seus defeitos, das suas limitações, que convive o suficiente para saber das questões em que você ainda não amadureceu, traz consigo uma maldade pre-meditada, contando seus segredos a outros, criando pre-julgamentos, ofendendo e expondo suas mazelas motivados pelo ciúmes, ganância, possessividade, etc, aí é como se uma bomba explodisse em nosso peito.

Talvez tenha sido por essa razão que Jesus, certa feita, disse que os maiores inimigos que teríamos seriam os de nossa própria família. Ele sabia o que estava dizendo. Enfrentar ataques políticos, de estranhos, de pessoas que nos conhecem superficialmente são tarefas relativamente fáceis. Mas, não é tão fácil quando o tiro vem de seu amigo, daquele que come com você na mesa, daquele que frequentou a sua intimidade, daquele que ouviu de você seus segredos.

Por isso, finalizando, o conselho está posto: não confie as pérolas da sua intimidade a quem vai tratá-las com desdém, sem respeito, sem temor de Deus. Permita que um certo nível de convivência te faça ter razões bem fundamentadas para que você pense na possibilidade de repartir questões profundas da sua alma, e para preservar-se de situações que serão danosas pra sua vida.

É possível ter certeza absoluta de que fulano de tal não vai trair a sua confiança? Claro que não. Mas, é preciso se prevenir, ou seja, não ficar contando pra todo mundo, o tempo todo, sem critério, aquilo que habita os tesouros do seu coração. Muitas pessoas não tem maturidade pra lidar com isso, muitas pessoas vivem sem critérios, sem referências básicas de boa relação, aliás, amizades verdadeiras estão escassas em nossos dias. Muitos aprenderam a serem amigos do peito! Tudo o que conhecem é o prazer da fofoca, do se alimentar das notícias da vida do outro, gostam de uma vida de “big brother”, possuem tara por ficar espiando e julgando o que acontece na vida alheia.

Não jogue suas pérolas, aos porcos existenciais. Confie suas pérolas àqueles que vão tratá-las como preciosas! Há um poder curador em abrir o coração com pessoas confiáveis.

IMG_20180224_075841914

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: