Um eu diminuído
Assumi uma outra vida
Aquela que não é a minha
É mais confortável do que ser eu
Tudo parece melhor no outro
O outro é mais feliz, suponho
Sempre sorrindo
Sinais de bom sucesso
Mas, ser o outro me prende mais do que tudo
A liberdade de ser eu é a única que me legitima
Ser o outro é estar preso no corpo
Aderir as expectativas dos outros é matar meu próprio eu
Ser eu mesmo é lidar com meus monstros interiores
É assumir-se certo e errado
É lidar com o ônus e o bônus da própria história
É fazer as próprias sínteses e caminhar
Caminhar conhecendo-me gradativamente
Caminhar descobrindo meus próprios horizontes de percepção
Caminhar olhando-me no espelho pra verificar no que estou me tornando
É assumir de vez que os outros são importantes
Mas, antes eu preciso me amar!

 

IMG_20180224_075841914

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

 

Escrito por Rodrigo Campos

Um caminhante que está disposto a aprender com os erros e acertos, refletindo quais são as verdadeiras importâncias da vida e sua essência!

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: