Ir para conteúdo
Anúncios

Preso no Corpo

Um eu diminuído
Assumi uma outra vida
Aquela que não é a minha
É mais confortável do que ser eu
Tudo parece melhor no outro
O outro é mais feliz, suponho
Sempre sorrindo
Sinais de bom sucesso
Mas, ser o outro me prende mais do que tudo
A liberdade de ser eu é a única que me legitima
Ser o outro é estar preso no corpo
Aderir as expectativas dos outros é matar meu próprio eu
Ser eu mesmo é lidar com meus monstros interiores
É assumir-se certo e errado
É lidar com o ônus e o bônus da própria história
É fazer as próprias sínteses e caminhar
Caminhar conhecendo-me gradativamente
Caminhar descobrindo meus próprios horizontes de percepção
Caminhar olhando-me no espelho pra verificar no que estou me tornando
É assumir de vez que os outros são importantes
Mas, antes eu preciso me amar!

 

IMG_20180224_075841914

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

 

Anúncios

Um comentário em “Preso no Corpo Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: