Ir para conteúdo
Anúncios

Tempo ao Tempo

Dê tempo ao tempo
Furacões viram brisa suave
Afirmações categóricas se relativizam
O mundo dá voltas
O sofrimento ensina
A vida é uma escola

Dê tempo ao tempo
A criança vai crescer
A mentalidade tende a amadurecer
Novas percepções podem se expandir
Ideias obsoletas vão partir
Novo tempo há de nascer

Dê tempo ao tempo
Tempo pode ajudar
Gente do bem há de se formar
Se lampejos de luz não se ignorar
Oportunidades da graça tem de se aproveitar
Vencendo o medo de se transformar

Dê tempo ao tempo
Os nós da alma vão se desatar
Na medida em que se abre a amar
Mergulhando na entrega de se doar
Quando a voz do egoísmo em nós se calar
E a sensibilidade humana então se firmar

Dê tempo ao tempo
Todos tem seu próprio tempo
Não há padrões, nem comparações de momento
Há jeitos e jeitos
Há leitos e leitos
Há lutos e lutos

Dê tempo ao mundo
Dê tempo ao outro
Dê tempo a si
Dê tempo ao tempo

IMG_20180224_075841914

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: