Não, eu não sou comunista, esquerdista, ou qualquer ista.

Apenas um ser humano, esposo e pai de família, percebendo os riscos de um discurso intransigente que historicamente tem causado tantas tristezas quanto o alvo de sua militância.

Este pessoal de ‘direita’ é tão perigoso quanto seus adversários extremistas de esquerda, ou mais.

Por mais que se auto-intitulem anjos de deus, guerreiros da verdade, juízes do bem, cordeirinhos de jesus…

Vivemos em tempos de extremismo. E quando o modo extremista é ativado, não interessa se é pra esquerda ou direita. A tônica está no extremo, fazendo-se assim, paradoxalmente, agentes da mesma força: a força do extremo, que beija e fere, que abençoa e amaldiçoa, que cura e mata…

No extremismo tornamo-nos dispostos a tudo para que o ‘nosso lado’ vença.

Basta ver a quantidade de amizades se desfazendo por conta das manjadas mentiras políticas, fakenews, etc…

A vida mora no equilíbrio.

Daniel Menara
menaradaniel@gmail.com
Daniel Menara

 

2 comentários

  1. Baita texto irmão,vejo com preocupação inclusive pessoas que esse extremismo a mensagem do evangelho os dias são difíceis.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: