Ir para conteúdo
Anúncios

Palavras de Sonhador #1 – Felipe Farah

… eu cheguei a acreditar
Que podia chegar a algum lugar
Mas descobri que melhor do que estar
É se mudar
É se transformar
E nunca se orgulhar. (Trecho do meu poema chamado “Metamorfose”)

Analisando este mundo que é resultado de todo o conhecimento desenvolvido pelo ser humano ao longo da história, parece-me que fracassamos dos dois lados. Pela área da exatas, já possuímos bombas suficiente para acabar com todo o planeta. Mas, eu, como crente em Deus, acredito que há uma força superior que ainda não permitiu o fim de nossa existência. Porém, o que é mais insuportável vem da área de humanas. O acesso à informação virou motivo para nos acharmos melhores entendedores que os próprios profissionais acadêmicos; valores que até então preservamos ao longo de séculos deram espaço para a arte da hermenêutica, como explica Leandro Karnal, servindo mais para confundir o povo do que para chegar a uma conclusão útil. Definitivamente, o mundo perdeu a sua âncora. A dúvida paira no ar, o duplo sentido coloca em cheque a segurança, a dúvida flutua no ar como ave carniceira à espera de mais uma vítima de nossa auto-destruição! Oremos!

O que me motiva escrever? Bom, pelas minhas postagens todo mundo deve pensar que sou um evangélico fervoroso e que, pelo fanatismo, escrevo sobre Cristo. Mas, aí é que está o erro. Não sou evangélico e me sinto muito bem sem religião. A minha interação com esse Deus trino nada mais é do que uma relação livre das amarras da normatização de qualquer religião. Sou daqueles que não rezam nem no templo e nem no monte. Jesus diz no evangelho que haveria um tempo em que existiriam pessoas assim e eu me enquadro perfeitamente nessa previsão que já é realidade. Mas, essa busca por Deus não é de hoje e o que me motiva a escrever é a minha própria alma sedenta por uma dimensão superior e maravilhosa que jamais pode ser entendida pela racionalidade, mas sim pela fé naquilo que é metafísico, ou seja, além da matéria. E, enquanto Deus me tocar, terei motivo para escrever mais e mais…

Há uma linha muito tênue entre uma inteligente convicção filosófica ou religiosa e um discurso ignorante e burro. Geralmente, isso ocorre quando as paixões que acariciam o ego tomam a frente, momento em que o amor se direciona à bandeira e não à finalidade de todo o ideal. Eu posso falar de religião, mas não posso atacar a outra. O meu Deus conversava com romanos e samaritanos de forma cativante e não fazendo lavagem cerebral. Mas, pra falar a verdade, aprendi que o remédio pra isso tudo é o silêncio: mecanismo eficiente e inteligente para evitar um novo aborrecimento!

Orações verdadeiras são poesias recitadas pela alma!

Tentar entender os propósitos de Deus em nossas vidas é difícil, cansativo e inútil. Tudo pertence a Deus, inclusive o tempo. Cabe a nós seguir, sem nos preocupar tanto, recebendo de Deus o que nos pertence de forma tranquila e sábia!

Não há tempestade que suporte a tua fé! Sempre em frente! Sempre em Deus!

Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como Ele vos amou! Eis a síntese de todo o evangelho!

O evangelho só pode ser um convite e nunca uma forma de opressão! Cristo pregou o amor e não o temor. Mostrou que Deus é suave e que nos deixa livre para decidir se queremos participar do reino dos céus ou se queremos permanecer nas trevas deste mundo. Sinta-se livre e convidado a participar desta comunhão de amor e luz!

Felipe Farah
felipefarah12@gmail.com
felipe

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: