A consciência humana naturalmente carrega o testemunho de Deus em si, é como se marcas remotas e desbotadas de uma imagem e semelhança eterna estivessem clamando por restauração, aperfeiçoamento e calibramento pra um novo nível de percepção. Alguns a cauterizaram, a empedraram, a sabotaram, a sufocaram, a adormeceram, outros a suplantaram, imprimindo uma anti-consciência em si, criando todo tipo de doenças frutos do desamor, outros felizmente escolheram o caminho da “transformação pela renovação do entendimento, tendo os olhos fixos no autor e consumador da fé”.

A consciência humana, quando pensada e transformada a partir do amor, se torna um elemento de comunicação constante entre Deus e nós. É por ela que sugestões de vida acontecem, que palavras eternas são acomodadas no coração, ela é um veículo que acorda o indivíduo para realidades que em outras circunstâncias não daria importância. A consciência em Deus lateja quando um necessitado é ignorado por nós, ela é o meio que Deus usa em nós para intercessões, intervenções e decisões pessoais que nos afastam do mal.

Enfim, todos nós precisamos aguçar nossa consciência para que a partir dela o Espírito nos guie a toda verdade, nos faça lembrar das palavras de Jesus e assim vivermos praticando as obras que Ele fez e ainda obras maiores, conforme sua promessa. Só mantendo viva a consciência não dormiremos em relação à volta de Jesus e todas as implicações de uma vida de luz em um mundo que jaz nas trevas.

IMG_20180224_075841914

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Escrito por Rodrigo Campos

Um caminhante que está disposto a aprender com os erros e acertos, refletindo quais são as verdadeiras importâncias da vida e sua essência!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: