Que as palavras dos meus lábios
E o meditar do meu coração
Agradem a Ti

Que as palavras dos meus lábios
E o meditar do meu coração
Agradem a Ti
Ó Senhor

Minha rocha e redentor
A razão do meu cantar
Agradável aos Teus olhos
Quero ser

Cada dia, cada instante
Sempre hei de Ti servir
Agradável aos Teus olhos
Quero ser
Ó Senhor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: