Ir para conteúdo
Anúncios

Pensamentos Aleatórios #42

Eu sempre busquei um ambiente onde pudesse registrar reflexões, poesias, vídeos, áudios, foto-montagens, etc. Há 1 ano e 4 meses iniciei o Blog Caminhante Aprendiz. Já são quase 50 mil visualizações de quase 20 mil pessoas, e quase mil publicações e estou muito feliz por gerir esse ambiente online!

Não sofra por antecipação! Quem assim o faz, transforma meras possibilidades em dores reais, ainda que não haja nenhum motivo de fato para se angustiar. O mal de hoje a gente lida hoje. O mal de amanhã a gente lida amanhã. Pelo pão de hoje a gente ora hoje. Pelo pão de amanhã a gente ora amanhã. Quem aprendeu essa sabedoria vive bem melhor.

De onde vem essa mania de sempre interpretar o outro sob o ponto de vista negativo? Tenho convicção de que algumas vezes (se não a maioria), vem da nossa própria insegurança e indisposição de confiar. É como se todo mundo fosse ruim e tivesse segundas intenções maldosas. O que explica essa atitude? Pode ser um perdão não liberado (rancor cultivado), um trauma relacional, uma equivocada tentativa de defesa ou mesmo a projeção da nossa própria maldade interior nos outros.

O evangelho transforma nossos medos em confiança, nossas feridas em aprendizado, nossa apatia em brilho nos olhos, nossa inconstância em consciência inabalável de fé, nossa morte e cruz pessoal em ressurreição para a Vida.

Minhas perspectivas são limitadas, eu não conheço todas as razões pelas quais as pessoas agem como agem, por isso, é melhor, muitas vezes, se calar do que ser injusto, é mais sábio se abster dos julgamentos do que usar a lingua pra ferir. Quem é que falou que temos que necessariamente formar opinião sobre tudo e sobre todos? Quem requereu que fôssemos os “explicadores” das situações? Às vezes, um bom “não sei, ou prefiro não comentar”, cura a gente da prepotência da ditadura da opinião.

Há momentos em que a melhor coisa que Deus pode fazer por amor a nós é não atender às nossas orações!

Seja forte e corajoso. Não é uma orientação de livro de auto-ajuda, é palavra de Deus a todo aquele que começou a desanimar antes mesmo de tentar, que desistiu sem antes dar oportunidade para que a bondade de Deus se estabeleça como um presente nos fazendo superar nossos limites. Não é nada fácil amadurecer, esse processo é dolorido, é cheio de “nãos”, repleto de “insuficiências”, a transição geralmente é semelhante às dores de parto, mas logo logo o “filho” estará em seus braços e a alegria suplantará toda a dor do processo. Tão somente seja forte e corajoso!

Morrer para si e viver para o amor, isso é Páscoa.

Muitas pessoas buscam se distrair a todo custo e a todo momento pra não ter que encarar seu próprio vazio de significado existencial. Nesses casos quase tudo se torna uma fuga: comer, beber, jogar, navegar nas redes sociais, comprar, viajar, estudar, trabalhar, ter relações sexuais, etc. Tudo é feito pra mudar o foco, pra não ter que admitir a própria necessidade de salvação. Quando você para a si mesmo, resolve lidar de frente com essa angústia, e se entrega Aquele que o ama independentemente das suas fragilidades, uma nova perspectiva se instala, um novo mundo é descoberto, uma paz que excede o entendimento toma conta das áreas da vida onde havia pura expectativa do pior!

Sirva em amor o seu próximo, mas não se torne refém dos caprichos dele.

Se Jesus nos alertou para que vigiássemos, é porque ele sabia que o “sono existencial”, a mornidão da fé e a apatia espiritual seriam realidades cada vez mais comuns. E de fato é! Apesar de haverem tantas expressões religiosas e tantas declarações públicas a respeito de crenças e ideologias que se possui, o convite à vigilância continua de pé, pois na época de Jesus o povo também era extremamente religioso!

Um dos problemas do auto-engano é o fato de que, quem o pratica teme, mais do que tudo, topar-se com a verdade. A verdade desmorona argumentos vazios, expõe a falta de estrutura das vãs filosofias, denuncia a fragilidade das falsas ideias a respeito da vida. Quem foge da verdade tenta justificar sua decisão se vitimizando, terceirizando responsabilidades, elegendo outros como o motivo de sua ‘pobre condição’. Para esses, seus traumas e problemas nas mais diversas áreas fatalmente os conduziram a tais decisões, sem perceberem que com isso admitem que não são protagonistas de sua própria história e que abriram mão da possibilidade de superação para permanecerem a vida toda lambendo as próprias feridas.

IMG_20180224_075841914

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz

Anúncios

2 comentários em “Pensamentos Aleatórios #42 Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: