Talvez, olhando para a sua própria condição, de inconstância, de erros diários, de fragilidade diante de situações de crise, se pergunte: Será que Deus é realmente misericordioso, ou o seu amor é algo que inventamos pra tentar nos livrar de nossas culpas pessoais?

Ouça a mensagem abaixo:

rodrigo campos biblioteca
Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
rodrigoaccampos@hotmail.com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: