Ir para conteúdo
Anúncios

Pensamentos Aleatórios #41

Quando Deus passa a ser a nossa habitação, a consciência de quem Ele é nos faz suspirar de alegria e satisfação. Mesmo que a gente enfrente as piores dificuldades, ainda que passemos pelo vale da Sequidão, fontes de águas vivas brotam por causa da esperança que em nós se instalou.

Há comentários que jamais deveriam ter saído pela boca, tampouco digitados pelos dedos. Na era digital, onde todos podem se expressar, não confunda liberdade com permissão para dizer o que é impensável, incoerente, pernicioso e o que é fruto de um interior tomado pelo esgoto da perversidade. Nossos dedos digitam do que está cheio o coração e é isso que tem o poder de nos tornar impuro, não é o que entra pela boca, mas sim, o que sai dela. Imponha limites a si mesmo, aos próprios delírios, a própria vontade de humilhar o outro, reprima seus anseios pela destruição do próximo; já que tem oportunidade e liberdade para cruzar sua história de vida com a dele, que seja para o bem, para a paz e para a edificação. Se não for, abra mão de sua fala e tenha temor de Deus.

Você ama alguém? Valoriza alguém? Acha importante o trabalho de alguém? É inspirado por alguém? Se sente abençoado por alguém? Expresse isso com palavras e ações de carinho. Não espere momentos ideais para fazer isso, agora é o momento ideal. Não fique adiando iniciativas que farão bem à pessoa e a você. Não espere alguém morrer para valorizar o que precisa ser valorizado. Seja intenso e abundante, agindo como você gostaria que agissem com você. Sua mãe, seu namorado, seu cônjuge, seu amigo, seu professor, seu filho, sua psicóloga, seu colega de trabalho, são fáceis de contactar, o que é que você está esperando?

Sabe aquela atitude de tentar dizer se fulano de tal foi para o céu ou para o inferno depois que morreu? Essa tarefa não nos foi dada, nós não conseguimos perscrutar o íntimo do coração de ninguém, nós não somos Deus! A abstenção dos julgamentos segundo nossos pareceres é ato de sabedoria, o contrário é pura loucura e vaidade.

rodrigo campos biblioteca
Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
rodrigoaccampos@hotmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: