Sagrado – Marcos Almeida

É que o sagrado se tornou hilário
Ascendeu em abril, se espatifou em maio
E o que é que ficou ? Ficou o riso amarelo

E agora tanto faz o que é sagrado
Nada importa se isso tudo não for antes santificado
Bem no interior do meu peito deserto

Estou tentando ser bem honesto
Estou dizendo tudo o que eu penso
Estão sabendo que eu Te peço, Deus:

Venha o Teu reino
Bem dentro e lá fora
A Tua vontade, pra sempre e agora
Pois tenho fome, do pão deste dia
Daquilo que é só Teu

Ouça minha oração, que se fez cantiga
Canção pra acordar
Se Deus aceitar cantiga
Minha oração, Deus não perderá jamais


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s