Às vezes sim, mas nem sempre

Informação nem sempre é conhecimento.
Estar no mesmo lugar não significa ter comunhão.
Adicionar no Facebook não é sinônimo de intimidade.
Conhecer a história não quer dizer participar dela.
Esboçar sorriso nem sempre é sinal de felicidade.
Ter filho não quer dizer necessariamente ser pai.
A morte não é cessação cabal da existência.
Prazeres não são necessariamente legítimos.
Percepções não condizem sempre com a realidade dos fatos.
Interpretação geralmente é apenas a vista de um ponto.
Acreditar na existência não quer dizer ter fé (confiar).

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s