Pensamentos Aleatórios #30

Como é triste ver pessoas que dizem acreditar em Jesus e tratam as realidades espirituais do mal como se não existissem (mito) ou como se fossem apenas um “mal conceitual”, pessoas que reduzem as verdadeiras “possessões” a mero surto psíquico. Esse intelectualismo mata em nós o poder da autoridade que Jesus nos deu de pisar as serpentes e escorpiões!

Eu não sei o que me acontecerá nesse dia, mas de uma coisa sei, estar no Pai e Ele estar em mim me dá a tranquilidade necessária pra lidar com o “desconhecido” em profunda paz e plena confiança. O amor lança fora todo medo!

A simplicidade é insuportável quando nosso coração está seduzido pelas aparências, pelo status social, pela vontade de ser reconhecido pelas multidões, pela ambição de sermos um sucesso pelos padrões desse mundo!

Se reconcilie com seu passado, não acumule situações mal resolvidas, não ignore feridas “mal” curadas, pois é certo que em algum momento posterior da sua vida muitas coisas suscitarão tais realidades e lembranças, e se estiverem ainda latentes e mal tratadas, sentimentos horrorosos podem vir à tona com uma intensidade ainda mais brutal e causar estragos ainda maiores na sua alma e na alma de outros. Só vive em paz, quem se reconcilia com seu passado!

Respeito aqueles que por causa de suas decepções começam a viver de forma cética, passiva e às vezes até odiosa, mas eu não consigo, minha alma é muito prática, eu não confundo a construção espiritual que Deus tem feito dentro de mim, com as realidades caotizantes das organizações que supostamente representam a Deus. Meu coração continua apaixonado pelo ensino de Jesus e minha alma continua desejosa por crescer na direção de Sua vontade!

Muitas das nossas ansiedades, frustrações e sentimentos de fracasso são debelados na medida em que oramos. Chamar Deus para a nossa consciência por meio da oração nos coloca numa perspectiva mais excelente, mais ampla, mais abrangente. É comparável a subir num monte e olhar o tamanho da cidade em relação à imensidão do horizonte; a cidade, metaforicamente são as nossas demandas, o horizonte são as possibilidades da graça de Deus em nossas vidas. Oração não é pra ser praticada como um ritual, mecânico, repetitivo, sem significado e por obrigação; a oração é um deleite, é o cultivo de uma amizade, é resultado natural de dois corações que se entrelaçaram, no caso, o nosso coração com o coração de Deus.

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s