Vem me salvar

Olhos cansados
Ossos secos
Lágrimas embaçando o olhar
Coração ofegante
Insegurança à vista
Consciência das limitações
O fim se aproxima?
Lutarei com as forças que me restam
Admito não parecerem o suficiente
Vou gritar, vou explodir
Não posso ser injusto, não quero ferir
Não serei causador de males ainda maiores
Derramo minha súplica a Ti
Peço socorro na hora da tribulação
Vem me salvar!
Tu és a minha única esperança.
Outro bem não possuo.
Outra força que me move não há.
Vem me salvar.

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s