Que Jesus você conhece?

A cada esquina uma voz diferente se ergue apresentando um determinado tipo de Jesus que se conforma com o entendimento de cada um. Podemos, sem medo, dizer que há muitos “Jesuses” sendo pregados por aí. Mas, há algo curioso que não pode ser esquecido: Jesus nunca se contradiz!

Se você leu que Jesus disse “não acumulem riquezas dessa vida”, nunca lerá em outro ponto que ele quer que demos vazão às nossas ganâncias; se você leu que ele disse “no mundo tereis aflições”, então nunca lerá em outra parte ele afirmando que “Deus nos blinda de doenças, crises e lutos”. Há um só Jesus nos evangelhos, há um ensino coeso e sólido que não coloca dúvidas quanto a sua mensagem principal.

Mesmo assim nós construímos o nosso Jesus particular. Alguns creem num Jesus exotérico, místico, amuleto, outros num Jesus que não julga, não corrige, não leva em conta as obras de nossas mãos, outros num Jesus controlador, caprichoso e tolhedor da liberdade de cada individuo, outros ainda num Jesus misterioso, que está escondendo algo de nós, que só nos deu pistas e que nos chama a, cegamente tatear, procurando seu caminho que é bastante difícil de discernir, encontrar e acolher como realidade.

Poderia ter citado também o Jesus das frases de efeito, dos para-choques dos caminhões, dos adesivos dos carros, o Jesus da caixinha de promessa, o Jesus das campanhas por milagres, o Jesus das nossas tradições, o Jesus dos nossos mitos, o Jesus dos rituais, o Jesus do ceticismo das universidades, todos eles, criados conforme a nossa imagem e nossa semelhança. Por isso, uma das coisas mais difíceis que há na vida é tomar a decisão de darmos razão a Deus e, abandonando nossos “ídolos Jesuses”, aprendermos do “Jesus não fabricado” como viver a experiência do caminho, da verdade e da vida.

Daí você me pergunta: Quem é de fato Jesus? E eu respondo: Você precisa encontrar essa resposta por você mesmo, num relacionamento com Ele, pois Ele está vivo! E por mais que eu pudesse passar horas lhe falando acerca do que tenho descoberto nessa jornada, Ele te chama a uma amizade sem intermediários, sem mediadores, por isso, se você tem sede disso, beba de graça da água da vida!

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s