Lágrimas são necessárias e inevitáveis, não obstante, discernir a hora de enxugá-las e encarar a realidade é vital.

Lágrimas turvam a visão como a chuva no parabrisa de um veículo que turva a visão do condutor.

Lágrimas dignas e justas precisam ser choradas, ao tempo que, precisam ser valorizadas e nunca desperdiçadas.

Lágrimas valorizadas são aquelas derramadas a seu tempo e enxugadas também a seu tempo pra que a visão fique limpa e se enxergue corretamente o caminho a ser feito.

O choro não pode se tornar “chororo” como resultado de vitimismo, auto comiseração, auto piedade, apequenamentos interiores, NÃO, o choro serve pra lavar a alma e renová-la pra lançar a vida pra uma outra dimensão.

Aprendi chorando a discernir o tempo de chorar e o tempo de parar de chorar.

Carlos Bregantim
https://www.facebook.com/carlos.bregantim
carlos

Escrito por Rodrigo Campos

Um caminhante que está disposto a aprender com os erros e acertos, refletindo quais são as verdadeiras importâncias da vida e sua essência!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: