Quando começamos a nos comparar com os outros, passamos a enxergar a generosidade de Deus como sendo injustiça. Achamos que, porque fomos chamados para trabalhar na “vinha” de manhãzinha pelo salário de 1 denário, é injusto o dono da vinha dar ao outro que começou a trabalhar às 5 da tarde o mesmo salário. A generosidade do Pai nos incomoda muito, especialmente quando ela alcança quem nós jamais alcançaríamos.

Ouça a mensagem abaixo:

Rodrigo Campos
Um Caminhante Aprendiz
200x200

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: