Tragédias, distancia geográfica, mudanças de pensamentos, de emprego, de religião, casamentos, divórcios e movimentos similares, mudam pessoas.

Poucos continuam os mesmos depois de uma tragédia ou depois de grandes mudanças.

Certas tensões relacionais são tão fortes que causam mudanças por conta das rupturas que causaram.

Pra mim, melhor é encarar estas verdades, pois, no chão da vida é assim.

Encarando assim e lubrificando tudo com perdão, graça, amor, leveza, bom humor, vamos reconfigurando a vida segundo suas intempéries.

Lembrem-se, “as tempestades sempre vem”.

O amor é um pilar que sustenta outros pilares que sustentam-nos nos dias e tempos tempestuosos de ventos fortes.

Bora viver as realidades sem amargurar, dando ao outro a chance de mudar e até partir e, dando a nós mesmos o direito de recomeçar sem carregar os pesos do passado.

Bora pra vida!

Carlos Bregantim
https://www.facebook.com/carlos.bregantim
carlos

Escrito por Rodrigo Campos

Um caminhante que está disposto a aprender com os erros e acertos, refletindo quais são as verdadeiras importâncias da vida e sua essência!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: