O sol forte me espanta

O calor me incomoda

O frio me enrijece

E a chuva me entristece

Eu fui feito para o morno

Para a sombra, para o fresco

Tudo que é exagerado me irrita

Me inquieta, me enfurece

Eu gosto do meio termo

Meia voz, meio tempo

Eu quero o equilíbrio

Da meia luz, meio som e meio vinho.

Fábio Sant’Anna
fs-luiz@hotmail.com
fabio-santana

Escrito por Rodrigo Campos

Um caminhante que está disposto a aprender com os erros e acertos, refletindo quais são as verdadeiras importâncias da vida e sua essência!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: