Eis o Justo:
Preso
Maltratado
Cuspido
Por uma lança transpassado

Eis o Justo:
Calado
Ferido
Zombado
Pelos religiosos acusado

Eis o Justo:
Poderoso
Como mestre celebrado
Admirado
Pelos próprios discípulos abandonado

Eis o Justo:
Cansado
Debilitado
Ensanguentado
Entre ladrões crucificado

Eis o Justo:
Suportando a dor
Assumindo o meu lugar
Amando o pecador
Para a vontade do Pai consumar

Eis o Justo:
Morto
Sepultado
Pelas mulheres procurado
No terceiro dia pelo Pai glorificado.

Riva Santos
prrivasantos@gmail.com
riva_santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: